Versão mais enxuta

Confira o novo texto da previdência na última cartada de Temer para aprovar reforma

A nova versão da proposta foi apresentada durante o jantar pelo relator da proposta, deputado Arthur Oliveira Maia

SÃO PAULO – Em sua última cartada para a aprovação da reforma da Previdência, o presidente Michel Temer ofereceu um jantar no Palácio da Alvorada, em Brasília. 

A nova versão da proposta, apresentada durante o jantar pelo relator da proposta, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), é bem mais enxuta, com algumas mudanças principais.

Black Friday InfoMoney: sua única chance de comprar nossos cursos com 50% de desconto

PUBLICIDADE

O novo texto  prevê idade mínima de aposentadoria de 65 (homem) e 62 (mulher) e tempo de contribuição de 15 anos para o regime geral (INSS) e de 25 anos para servidores. A proposta mantém a exigência de 40 anos de contribuição para o recebimento total do benefício. 

A proposta também mantém regras mais rígidas para aposentadorias de servidores públicos em comparação com os trabalhadores da iniciativa privada. O tempo de contribuição mínimo dos servidores foi mantido em 25 anos, recebimento de 70% da média da contribuição. Já para o setor privado ficou no atual, de 15 anos, que receberá 60% da média de contribuição.

Confira o novo texto da reforma, apresentado aos deputados durante o jantar: