Confiança dos brasileiros no mercado de ações está estável, revela estudo

Segundo Ibope, aprovação média deste item passou de 5,7 para 5,5 entre dezembro de 2008 e março de 2009

SÃO PAULO – A confiança dos brasileiros nos mercados de ações apresenta ligeira estabilidade, com tendência de queda, segundo o estudo “A Crise no Mundo”, feito do Ibope Inteligência e divulgada na última segunda-feira (27).

De acordo com os dados, com notas que podiam variar de 1 a 10, a aprovação média deste item passou de 5,7 para 5,5 entre dezembro de 2008 e março de 2009. Em termos regionais, a confiança no mercado de ações é maior nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste – locais com menor concentração de investidores na Bolsa de Valores, de acordo com a BM&F Bovespa.

Confiança nos bancos e governo

PUBLICIDADE

Considerando a credibilidade nos bancos, a média brasileira também registrou uma pequena queda, de 6,1 para 5,9 no período analisado. O Brasil, juntamente com Índia, China, Holanda e Oriente Médio, estão entre os mais confiantes, enquanto japoneses e europeus seguem em direção oposta.

O País também está entre os mais confiantes na capacidade de seu governo lidar com a crise, com 6,4 pontos. Porém, em relação a 2008, houve uma pequena queda, já que em dezembro do ano passado o número era de 6,7.

No Brasil, a confiança no governo é maior entre os mais pobres e a população das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Além do Brasil, Catar e Arábia Saudita (ambos com média 8), Kuait (7,5), Emirados Árabes (7,4) e China (6,7) estão entre os mais confiantes no governo. Já os indianos, americanos, ingleses e coreanos são os menos confiantes.