Chuvas no Maranhão: sobe para 31 o número de cidades em situação de emergência

Segundo boletim divulgado pela Defesa Civil, nesta sexta-feira (10), 3.940 pessoas foram afetadas pelas chuvas e uma morreu; município de Santa Inês (MA) é o único em estado de calamidade pública

Agência Brasil

Fortes chuvas causaram alagamentos em diversas cidades do estado do Maranhão (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Publicidade

Subiu para 31 o número de municípios maranhenses em situação de emergência em razão das chuvas que atingem o estado. Segundo boletim divulgado pela Defesa Civil, nesta sexta-feira (10), 3.940 pessoas foram afetadas pelas chuvas e uma pessoa morreu.

De acordo com as autoridades locais, o município de Santa Inês (MA) é o único em estado de calamidade pública até o momento.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

Continua depois da publicidade

As famílias atingidas estão recebendo apoio nos municípios, segundo informou o órgão, que trabalha na retirada das pessoas de áreas de risco. O governo do Maranhão tem fornecido refeições por meio da rede de Restaurantes Populares.

A orientação é a de que, em caso de chuvas intensas, a população mantenha distância segura de trechos afetados ou em que o solo esteja encharcado – que aumenta o risco de desmoronamentos e deslizamentos. “Em casos de alagamentos, a população deve procurar um lugar seguro e acionar o serviço de emergência pelo 193”, informou o órgão.

Por meio de uma rede social, o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), disse que não há nenhuma cidade do estado coberta por águas e que as dificuldades deste ano estão abaixo de outras vivenciadas.

Continua depois da publicidade

“Tranquilizamos a todos e garantimos que o nosso trabalho, em unidade com os municípios, continuará para que possíveis situações extremas sejam contornadas de forma célere”, afirmou.