AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

CEF e BC falam sobre suspeita de fraude no PanAmericano na próxima quarta-feira

Presidentes das instituições deverão esclarecer operação de compra de 35,54% da empresa do Grupo Silvio Santos pela Caixa

SÃO PAULO – Os presidentes da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Ramos Coelho, e do Banco Central, Henrique Meirelles, falarão na próxima quarta-feira (17) sobre a operação de compra de 35,54% do Banco PanAmericano (BPNM4) pela CEF, por algo em torno dos R$ 739,2 milhões.

A reunião foi determinada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania nesta quarta-feira (10), a pedido do senador Antonio Carlos Júnior (DEM – BA). “O que queremos é um esclarecimento sobre o aporte de recursos pelo Fundo Garantidor de Crédito e a participação da Caixa nesse negócio”, disse.

O presidente do CCJ, o senador Demóstenes Torres (DEM – GO), disse que o mais importante é averiguar o se a CEF sabia que estava comprando ações de uma instituição financeira com dificuldades. Já Álvaro Dias (PSDB – PR), ressaltou que a Caixa comprou uma parcela do PanAmericano em uma operação que começou no ano passado, mas só foi aprovada pelo BC neste ano, “e que valorizou o banco em R$ 2,1 bilhões”.

PUBLICIDADE

Auditorias
O episódio também foi comentado por governistas. Segundo Aloizio Mercadante (PT – SP), representantes das empresas de auditoria independente KPMG e Deloitte, que trabalham com o banco PanAmericano, deveriam também participar da audiência pública agendada para a próxima quarta-feira com os presidentes da CEF e do BC.

“Há indícios de fraude nos balanços do PanAmericano desde 2006. O próprio controlador do banco constatou inconsistências nos balanços. O que deve ser explicado é por que a KPMG e a Deloitte não identificaram os problemas”, argumentou Mercadante.