RADAR INFOMONEY AO VIVO Petrobras (PETR4) sobe com petróleo, vacinas e redução de dívida; veja perspectivas para as ações

Petrobras (PETR4) sobe com petróleo, vacinas e redução de dívida; veja perspectivas para as ações

Polêmica

Brasil precisa de mais Estado e menos mercado, diz líder do governo na Câmara

"Não tem essa de guinada à esquerda. Tem uma guinada para um olhar mais para a produção", diz José Guimarães

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – No mesmo dia em que o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, era empossado, o líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães, defendeu que haja menos ajuste fiscal e mais liberação de crédito para o consumo, além de um aumento da dívida para reaquecer a economia. “Os analistas dizem que será um ano difícil, mas não vamos estar piores que em 2015”, afirmou.

Para ele, o Brasil precisa agora de mais Estado e menos mercado. “Não tem essa de guinada à esquerda. Tem uma guinada para um olhar mais para a produção”, diz ele. 

Guimarães ainda defendeu que a Fazenda libere empréstimos para os estados. “Vários estados estão precisando. Aumentar um pouquinho [a dívida], não tem problema não. Eles têm margem de endividamento. Se reaquece a economia estadual, reaquece a nacional também. Não pode mais ficar esse casulo de segurar, segurar. Já segurou demais”, avaliou o petista.

Aprenda a investir na bolsa

Guimarães ainda disse que sempre teve relações muito boas com o ex-ministro da Fazenda, Joaquim Levy e ainda afirmou que “Todos querem a CPMF”. “Governadores, prefeitos, todos. Não é a salvação, mas é parte da resolução dos problemas”, disse.

Ele aproveitou para criticar quem diz que o governo precisa cortar mais gastos. “Para os economistas conservadores vem a crise e corta gasto? De onde? Do setor público?”, disse o líder do governo.