Bosque homenageará 100 anos da imigração japonesa no Brasil

Espaço ocupará uma área de 225 mil metros quadrados e será formado por 100 mil árvores de 60 espécies nativas

SÃO PAULO – Para comemorar o centenário da imigração japonesa no Brasil, o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) assinou um acordo de cooperação com a Associação Brasileira de Imigrantes Japoneses para a implantação do Bosque do Centenário, no Parque Ecológico do Tietê, localizado na capital paulista.

O bosque ocupará uma área de 225 mil metros quadrados e será formado por 100 mil árvores de 60 espécies nativas da Mata Atlântica.

A previsão é que a implantação aconteça ao longo dos próximos dois anos.

Homenagem

PUBLICIDADE

Para o presidente da Associação Paulista de Relações Internacionais, Sueo Kanamori, o bosque será um maneira de homenagear a imigração japonesa, que teve forte presença na agropecuária brasileira.

Além disso, ele considera que o espaço será uma forma de retribuir à natureza as derrubadas praticadas no passado.

O superintendente do DAEE, Ubirajara Feliz, afirmou que o acordo de cooperação é uma forma de demonstrar o bom relacionamento entre a comunidade japonesa de São Paulo e o departamento.