Polêmica

Bolsonaro se pronuncia após reportagem da Veja: “tentativa vã de me desconstruir”

Sem citar a publicação, candidato afirmou no Twitter: "o sistema agoniza, vamos vencê-lo"

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O candidato Jair Bolsonaro (PSL) usou seu perfil no Twitter para se pronunciar sobre a polêmica envolvendo seu nome em reportagem publicada na edição da revista Veja desta semana. A publicação conta que teve a um documento de mais de 500 páginas em que há uma série de incriminações entre o candidato e sua ex-mulher, Ana Cristina Siqueira Valle, que hoje usa o nome de Cristina Bolsonaro em sua campanha para deputada federal. 

Sem citar a publicação, Bolsonaro destacou que estamos na “reta final das eleições” e afirmou: “mais uma vez parte da mídia de sempre lança seus últimos ataques na vã tentativa de me desconstruir. O sistema agoniza, vamos vencê-lo”.

Ele prosseguiu dizendo que “há anos tentam nos parar com rótulos criminosos falsos e com meias verdades distorcidas” e que esses supostos ataques se intensificaram nos últimos meses. “Continuamos firmes. Se 1% desse serviço fosse feito contra meus adversários, apenas com verdades, venceríamos por W.O.”, completou.

Aprenda a investir na bolsa

O candidato afirmou que, ao contrário de Lula, a quem chama de “candidato presidiário”, sempre se posicionou contra o controle da mídia. “Mesmo assim sou o alvo favorito. Parece que a liberdade não interessa para parte da imprensa aparelhada, mas apenas as relaçõe$ promíscuas com a esquerda, nocivas à informação e à democracia”, disse.

Polêmica com Bolsonaro

De acordo com a reportagem da revista Veja, Cristina Bolsonaro entrou com um processo em abril de 2008 na 1ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ao alegar que seu marido na época não aceitava fazer uma partilha justa dos bens no processo de separação deles.

A Veja destaca quatro pontos entre as diversas acusações feitas por Ana Cristina no processo. O primeiro envolve ocultação de patrimônio em 2006. Em outro ponto, Ana Cristina diz que o agora candidato à Presidência tinha uma “próspera condição financeira” na época em que eram casados. Ela diz que a renda mensal de Bolsonaro chegava a R$ 100 mil, mas, oficialmente, ele recebia R$ 26.700 como deputado e R$ 8.600 como militar da reserva. Ela não explica de onde vinha o resto da renda. 

Uma terceira acusação destacada pela Veja aponta que Ana Cristina acusou Bolsonaro de ser um marido de “comportamento explosivo” e de “desmedida agressividade”, o que a teria feito pedir a separação. Na principal acusação, Ana Cristina diz que seu ex-marido furtou seu cofre numa agência do Banco do Brasil, em outubro de 2007, e levou todo o conteúdo. 

Quer investir com taxa ZERO de corretagem na Bolsa? Abra agora sua conta na Clear!