Bolsonaro não recorre, e processo contra Adélio Bispo é encerrado

Adélio que confessou o crime, foi preso em flagrante logo após o incidente

Equipe InfoMoney

Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro e o Ministério Público Federal (MPF) não apresentaram recursos contra a decisão da Justiça Federal que considerou inimputável Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada contra o então candidato à presidência em setembro do ano passado.

A informação foi revelada nesta terça-feira (16) pela 3ª Vara Federal em Juiz de Fora, que impôs medida de segurança de internação por prazo indeterminado contra o agressor.

A justiça alegou que não cabe mais recurso da decisão e encerrou o processo no último dia 12 de julho, cerca de um mês depois que o juiz federal Bruno Saviano, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, afirmou que Adélio era inimputável, ou seja, incapaz de responder por seus atos.

Oferta Exclusiva para Novos Clientes

Jaqueta XP NFL

Garanta em 3 passos a sua jaqueta e vista a emoção do futebol americano

Na medida, o magistrado considerou que Adélio é portador de Transtorno Delirante Persistente e converteu a prisão preventiva em internação por tempo indeterminado e optou por mantê-lo no presídio federal de Campo Grande. O MPF chegou a ser intimado no dia 17 de junho enquanto que Bolsonaro foi no dia 28 do mesmo mês, mas ambos não apresentaram recursos no período legal.

Com isso, a defesa do réu, por sua vez, renunciou ao prazo dado. No dia 6 de setembro de 2018, durante o primeiro turno da corrida pelo Palácio do Planalto, Bolsonaro realizava sua campanha eleitoral em um comício em Juiz de Fora (MG) quando foi atacado a faca por Adélio. Na ocasião, ele foi hospitalizado na Santa Casa de Misericórdia local, onde passou por uma cirurgia.

Adélio, por sua vez, que confessou o crime, foi preso em flagrante logo após o incidente.

Continua depois da publicidade

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Tópicos relacionados