Mudança no discurso

Bolsonaro faz aceno e diz que não há como acreditar em futuro sem entendimento com Judiciário

"O que seria do governo sem a colaboração com o Senado, com a Câmara e, em alguns momentos, com o Supremo Tribunal Federal"

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

BRASÍLIA (Reuters) – Após a escalada de tensão com o Supremo Tribunal Federal (STF) nas semanas anteriores, o presidente Jair Bolsonaro fez um aceno nesta terça-feira e disse que não há como não acreditar no futuro do país sem o entendimento com os Poderes Judiciário e Legislativo.

“Não tem como nós não acreditarmos no futuro desta nação tendo aí o Legislativo, tendo o Judiciário cada vez se entendendo mais para o bem comum de todos nós”, afirmou ele, durante a entrega do Prêmio Marechal Rondon de Comunicações, no Palácio do Planalto.

Segundo Bolsonaro, o governo conversa com todo mundo, destacando que a premiação é um reconhecimento a todos que colaboram com o governo e o Brasil. Um dos agraciados foi o ministro do STF e ex-presidente da corte Dias Toffoli.

“O que seria do governo sem a colaboração com o Senado, com a Câmara e, em alguns momentos, com o Supremo Tribunal Federal”, disse ele.

Na quinta-feira da semana passada, Bolsonaro já havia mudado de tom em relação ao STF ao divulgar uma Declaração à Nação, na qual afirmou que existem “naturais divergências” em algumas decisões do ministro da corte Alexandre de Moraes, mas que essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas.

Conheça o plano de ação da XP para você transformar os desafios de 2022 em oportunidades de investimento.