Após cúpula do G-8, popularidade do primeiro-ministro japonês aumenta

O aumento foi comprovado em três pesquisas diferentes, mas o índice de aprovação ainda continua abaixo de 30%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O índice de aprovação ao primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, aumentou após a realização da reunião do G-8 no país, na semana passada. A alta foi constada em diversas pesquisas feitas por jornais japoneses, e todas publicadas nesta terça-feira (15).

No levantamento do jornal Asahi Shimbun, o índice de aprovação chegou a 24%, 1 ponto percentual a mais do que o da última edição, feita um mês antes. Já na pesquisa do Mainichi, o índice foi de 22%, 1 ponto acima do resultado de junho. Um terceiro jornal, o Yomiuri, constatou uma aprovação de 26,6%, alta de 1,5 ponto percentual.

Falta de liderança

Tanto a pesquisa do Asahi quanto a do Mainichi mostraram que a maioria dos japoneses acredita que Fukuda não soube exercer um papel de liderança durante a cúpula. No levantamento do primeiro jornal, 60% dos entrevistados concordaram com essa informação, e no segundo, 62%.

PUBLICIDADE

Já entre aqueles que acreditam que o primeiro-ministro exerceu uma boa liderança, os índices foram de 24% e 27%, respectivamente.

Popularidade do partido

A popularidade do PDL (Partido Democrático Liberal), ao qual pertence o primeiro-ministro, também aumentou de junho para julho.

Na pesquisa do Asahi Shinbum, o índice subiu 4 pontos percentuais, atingindo 26%. Na versão do Yomiuri, a alta foi de 1,2 p.p., com o índice atingindo 27,2%. Já no levantamento do Mainichi, o índice ficou em 22%, com crescimento de 1 ponto percentual.