Eleições 2018

Após 3 tentativas frustradas, Bolsonaro anuncia general Mourão como vice

A expectativa é que a chapa seja oficializada nesta tarde em convenção do PRTB

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Depois de receber o “não” de Magno Malta (PR), Augusto Heleno (PRP) e Janaina Paschoal, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) fechou, neste domingo (5), com o general Hamilton Mourão (PRTB) para ser vice em sua chapa. A expectativa é que a chapa seja oficializada nesta tarde em convenção do PRTB. Caso isso ocorra, Levy Fidelix deixará a disputa presidencial, já que sua sigla terá a vice na chapa de Bolsonaro.

Acompanhado dos filhos Flávio e Eduardo, Jair Bolsonaro discursou em um clube no Jaçanã, zona norte de São Paulo para um público de simpatizantes. Em alguns momentos, houve gritos de “Lula na prisão, Bolsonaro é capitão”. Bolsonaro foi ovacionado pelos presentes.

Conforme noticiou o site do jornal Folha de S.Paulo, antes de a convenção começar, o presidente estadual do PSL, o deputado Major Olímpio, candidato ao Senado pelo partido, disse que o partido compensará a falta de estrutura com a ajuda de agente de segurança e voluntários como atiradores, caçadores e participantes de motoclubes.

PUBLICIDADE

Uma falha nos microfones interrompeu o discurso de Bolsonaro. Durante o evento, que marcou a confirmação da candidatura de Olímpio ao Senado por São Paulo, o presidenciável agradeceu as pessoas que sondou para ocupar a posição de vice em sua chapa.

Mourão é conhecido por dar declarações polêmicas. Em dezembro do ano passado, falou sobre a possibilidade de uma intervenção militar no país em eventual situação de “caos” no país. O discurso custou-lhe o cargo de secretário de Economia e Finanças do Exército. Em outra circunstância, ele chamou o coronel Brilhante Ustra, conhecido torturador da ditadura militar, como “herói”.