Em petrobras

Alavancagem da Petrobras pode superar 35% e produção compensa, diz diretor

Diretor financeiro da estatal disse em teleconferência que crescimento continuado da produção trará mais recursos e menos alavancagem da companhia

plataforma - petróleo - Petrobras - Chevron - Exxon 2
(Getty Images)

RIO DE JANEIRO - A alavancagem da Petrobras (PETR3, PETR4) pode superar 35 por cento, mas esse aumento seria neutralizado com uma alta na produção, disse nesta segunda-feira o diretor Financeiro da companhia, Almir Barbassa, durante teleconferência de resultados.

"Mesmo ultrapassando os limites de 35 por cento de dívida líquida... duas vezes e meia o Ebitda, nós estamos vendo novas unidades este ano e ano que vem, vemos um crescimento continuado da produção que vai nos trazer mais recursos e proporcionar menos alavancagem da companhia", afirmou Barbassa.

 

Contato