Em petrobras

Sem novos aumentos de preço de combustível em 2013, ação da Petrobras cai

De acordo com analistas, declarações de Graça Foster vão contra as perspectivas de menor ingerência política na empresa

Graça Foster - balanço Petrobras
(Tânia Rêgo/ABr)

SÃO PAULO - Com a entrevista da presidente da Petrobras (PETR3PETR4), Graça Foster no último sábado pelo jornal "Zero Hora", afirmando que não haverá novo aumento da gasolina e diesel em 2013, as ações da companhia registram baixa nesta sessão.

"Hoje para o quadro do Brent e para a taxa de apreciação do real, para o câmbio, não há previsão de aumento de combustível", disse Foster. 

Em meio a essas perspectivas e em um dia bastante negativo para o mercado, as ações da Petrobras registram queda expressiva na sessão desta segunda-feira (15), apesar de se recuperarem após o início do pregão.

 Os ativos PETR3, que chegaram a cair 2,74%, a R$ 15,96 registram, às 10h47 (horário de Brasília), baixa de 2,38%, a R$ 16,02, enquanto os ativos preferenciais registraram perdas de 1,78%. Como possui uma grande participação no Ibovespa, com uma fatia de cerca de 10% na carteira teórica, a queda dos papéis pressiona o índice. No mesmo horário, o Ibovespa registrava baixa de 1,61%, a 54.078 pontos. 

Ingerência política
De acordo com a equipe de análise da XP Investimentos, as declarações de Graça Foster são negativas, indo contra as perspectivas de menor ingerência política na empresa. Os analistas avaliam o cenário para a companhia, em um cenário em que ainda existe uma discrepância entre o preço de gasolina e diesel internacional e o praticado no mercado doméstico.

Vale ressaltar que nesta sessão também ocorre o vencimento de opções sobre ações, o que leva a uma alta volatilidade dos papéis mais negociados, como é o caso da Petrobras. 

 

Contato