PR Newswire

OFERECIDO POR

Xinhua Silk Road: a internacionalização do RMB chinês avança para um nível mais alto com a construção piloto das ZPEs

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

XANGAI, 8 de novembro de 2019 /PRNewswire/ — Na quarta-feira, especialistas que participaram de um fórum sobre a internacionalização do RMB como facilitador da construção das zonas piloto de livre comércio (no Brasil, intituladas Zonas de Processamento de Exportação, ZPE) afirmaram que a internacionalização da moeda chinesa renminbi (RMB) subiu de nível.

Chen Yulu, vice-governador do Banco Popular da China (PBOC), o banco central da China, afirmou que a internacionalização do RMB teve rápido desenvolvimento na última década.

O uso de RMB transfronteiriço mudou de liquidação esporádica de transações fronteiriças para aplicações abrangentes e expandiu-se de conta corrente para conta capital, de comércio para transações financeiras, de bancos e empresas para indivíduos e de operações simples para operações complexas, disse Chen Yulu.

PUBLICIDADE

A internacionalização do RMB teve rápido desenvolvimento no mercado de capitais, e o investimento em ativos de RMB feito por bancos centrais, instituições financeiras multinacionais e empresas de gestão de ativos vêm crescendo. Por alto, 62 das 100 maiores empresas de gestão de ativos do mundo entraram no mercado chinês.

À medida que o setor financeiro chinês continua a se aprofundar nos dois sentidos, a internacionalização do RMB e a construção da ZPE da China geraram um efeito coordenado. As políticas inovadoras em ZPEs oferecem à internacionalização do RMB um terreno fértil para crescer com vigor.

“Desde o estabelecimento da ZPE piloto de Xangai, a China lançou outras 18 ZPEs piloto. O aprofundamento da internacionalização do RMB e da construção da ZPE tornou-se o viabilizador da participação da China na economia global e na inovação institucional”, disse Wang Xiquan, presidente do Conselho de Supervisores do Banco da China (BOC), um dos quatro maiores credores estaduais do país.

O PBOC lançou uma série de medidas-piloto na ZPE de Xangai para conversibilidade de contas de capital, dentre elas, gestão discricionária de financiamento transfronteiriço, conjuntos de capital bidirecional em RMB de empresas multinacionais, e algumas delas foram introduzidas em outras ZPEs e até mesmo no país todo.

“A Área Especial Lingang da ZPE de Xangai aprofundará, ampliará e fortalecerá a abertura em todos os aspectos e em níveis mais altos, com o objetivo de construir uma zona especial com influência e competitividade internacionais”, disse Wu Wei, funcionário da Área Especial Lingang da ZPE piloto de Xangai.

O fórum foi realizado pelo PBOC e pelo BOC e apoiado pelo Serviço de Informações Econômicas da China (CEIS) da agência de notícias Xinhua.

PUBLICIDADE

Veja o link original: https://en.imsilkroad.com/p/309266.html

Foto – https://mma.prnewswire.com/media/1025920/Xinhua_Silk_Road_Information_Service.jpg

FONTE Xinhua Silk Road Information Service