Notícias Corporativas

OFERECIDO POR

O mercado da Construção Civil ganha um novo gigante

Em formato de franquia, a rede de lojas da Hausz veio para revolucionar o mercado de acabamentos para construção no Brasil. Com mais de 60 lojas vendidas em 6 meses, o modelo de negócio vem dando o que falar no mercado. “O sucesso da rede é a soma de um fantástico time de colaboradores e franqueados, com nossos grandes parceiros fornecedores (...).” Explica Diego Demonte, fundador e CEO da marca.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

O setor da construção civil é considerado o principal pilar da economia brasileira por  possuir grande capacidade na geração de empregos. Este segmento hoje representa cerca de 10% do PIB brasileiro, emprega entre 2 a 3 milhões de pessoas, e com os indicadores de crescimento apontados por especialistas em 2020 o setor empregará 200 mil pessoas em postos de trabalhos formais.

 

Com o cenário favorável, novos investimentos são realizados por todo o Brasil no setor, como a Hausz. A Hausz, que é uma rede de lojas especializadas em acabamentos para construção civil, é a pioneira em rede de boutiques de acabamento no Brasil. A rede se destaca pelo portfólio de produtos e profissionalismo que trouxe para o segmento.

PUBLICIDADE

 

Com mais de 60 lojas vendidas em 6 meses, o modelo de negócio vem dando o que falar no mercado.  “O sucesso da rede é a soma de um fantástico time de colaboradores e franqueados, com nossos grandes parceiros fornecedores. Nossas lojas possuem uma grande variedade de produtos, proporcionando aos nossos clientes a praticidade com a melhor solução para sua casa em um só local”, explica Diego Demonte, fundador e CEO da marca.

 

Em formato de franquia, a rede de lojas da Hausz veio para revolucionar o mercado de acabamentos para construção no Brasil, com soluções especiais de formas de pagamento, custos especiais em amplas linhas de produtos e marketing digital de alta performance, o que vem atraindo o interesse de muitos investidores.

 

Com um modelo de distribuição disruptivo, a rede opera na modalidade dropshipping que  é uma técnica de gestão da cadeia logística na qual o revendedor não mantém os produtos em estoque, ele oferta e comercializa produtos que estão no estoque do fornecedor, e as formas de pagamentos que se liquidam e antecipam os valores pagos pelos clientes, sendo assim o franqueado trabalha com o capital do próprio cliente sem a necessidade de ter um alto capital de giro.

PUBLICIDADE

 

Os benefícios não param por aí, a loja que hoje possui em média 150 metros quadrados, ainda conta com um Totem Touch com uma interface própria que contém um leque de mais de 10.000 produtos e um showroom digital que necessitaria de um espaço físico 20x maior do que o proposto.

 

O marketing é um ponto fora da curva se comparado ao mercado atual, “Nós capturamos clientes por redes sociais que entram diretamente no sistema de gestão do franqueado, fornecemos todos os contatos de arquitetos elencando por quantidades de obras já realizadas, e detectamos todas as obras que ocorrem ao entorno da franquia. Quando inauguramos nossa primeira unidade em Paulinia-SP no sistema já haviam mais de 50 clientes que foram capturados”, explica Kauê Sertório, gerente de marketing da rede.

 

O investimento para se tornar um franqueado Hausz gira em torno de 150 mil reais, graças aos benefícios concedidos pelos fabricantes apoiando a abertura. De acordo com a rede, esta mesma loja custaria 250 mil reais se fosse montada individualmente. O rápido retorno vem agradando os investidores, seu payback são de 12 meses com 3 meses somente para atingir o ponto de equilíbrio.

Website: http://www.hausz.com.br/