Notícias Corporativas

OFERECIDO POR

Marcas com loja física e online apresentam crescimento significativo na Black Friday

Com a proposta de entregar moda de uma maneira especial, a La Mandinne está no mercado há quase dois anos. Para a campanha de Black Friday, preparou descontos de até 70% com frete grátis a partir de um pedido mínimo. Parte do resultado pode ser observado nas visualizações da página: 80% de aumento no último trimestre de 2019, comparado ao mesmo intervalo do ano anterior.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

A internet tem comprovado, ano após ano, que o comércio eletrônico – ou e-commerce – é realmente um investimento necessário. Empresários de diversos nichos apostam nos canais virtuais para conquistar clientes e alavancar as vendas. Entre eles, o mercado da moda é um dos que mais se destaca com números surpreendentes.

Comprovando o potencial das plataformas online, o faturamento do varejo online chegou à casa do bilhão durante a Black Friday 2019, que aconteceu no final do mês de novembro. De acordo com os números divulgados pela Social Miner, o valor foi de R$11,95 bilhões, apresentando um aumento de 32,8% em comparação a 2018.

A campanha, que contempla segmentos variados com promoções exclusivas, entrou de forma definitiva para o calendário brasileiro. Segundo o portal E-commerce Brasil, o volume de vendas na famosa sexta-feira da ação representou cerca de 20% de todas as vendas realizadas ao longo do mês.

PUBLICIDADE

Instagram: o poder da ferramenta para lojas virtuais

Hoje em dia, as redes sociais exercem um papel fundamental na consolidação das vendas. Especialmente o Instagram, mídia que ganhou força nos últimos anos entre os consumidores do Brasil. A taxa de engajamento, conforme dados divulgados pela consultoria Forrester, é de 4,21% contra os 0,08% alcançados pelo Facebook.

Realizada pela Ebit|Nielsen, outra pesquisa ressalta o excelente desempenho do Instagram no varejo online durante a Black Friday. Dos pedidos realizados no meio digital, 55% tiveram origem em dispositivos móveis e, entre as redes sociais, a plataforma foi a que mais impulsionou as vendas do período.

Para as marcas que possuem loja física e virtual, o cenário é ainda mais positivo, como aponta estudo feito pela ABComm. Os números evidenciam que o e-commerce complementa o varejo tradicional, representando 51% das vendas totais. Com 5 lojas físicas e um e-commerce, o varejo de moda La Mandinne é prova disso.

Segundo dados coletados no Google Analytics, a receita da marca ultrapassou meio milhão nos últimos 30 dias, frutos de uma campanha assertiva de Black Friday. Ainda de acordo com a ferramenta, Instagram e Facebook respondem por 8,49% das vendas da empresa. 

As vantagens de comprar online

PUBLICIDADE

Comparar preços e realizar compras em poucos minutos e sem sair de casa. A comodidade é, sem dúvida, um dos aspectos mais convidativos do comércio eletrônico, assim como os valores bem mais em conta. No entanto, é preciso escolher sites seguros para evitar dor de cabeça.

Com a proposta de entregar moda de uma maneira especial, a La Mandinne está no mercado há quase dois anos. Para a campanha de Black Friday, preparou descontos de até 70% com frete grátis a partir de um pedido mínimo.

Parte do resultado pode ser observado nas visualizações da página: 80% de aumento no último trimestre de 2019, comparado ao mesmo intervalo do ano anterior. Assim, a marca vem consolidando o próprio espaço no segmento de moda online.

As lojas físicas da La Mandinne – situadas no sul do país – transmitem mais credibilidade ao e-commerce. Além dos consumidores de Santa Catarina, que somam 40% do total, São Paulo e Paraná são os estados que mais compram da marca: 19% e 11% das vendas, respectivamente. São pessoas jovens, de 25 a 34 anos, que se identificam com o lifestyle que a empresa propõe e não abrem mão das facilidades de adquirir roupas femininas de qualidade através da internet. 

“Costumo dizer que a La Mandinne é uma marca com alma. Uma empresa formada por pessoas incríveis que trabalham pelo propósito de entregar moda de um jeito único. Minhas expectativas para o novo ano incluem um crescimento expressivo dentro do mercado nacional. Além das lojas físicas, que cada vez mais prezo por serem pontos de experiência, estamos focados no mercado online e nas redes sociais que é onde conversamos diretamente com o nosso consumidor. Além disso, estamos caminhando a passos largos para o omnichannel, que já mostrou ser fundamental. Afinal, precisamos estar onde o cliente quiser, a hora que ele quiser”, afirma Amanda Lunelli, proprietária da La Mandinne, que espera números ainda melhores para o e-commerce nos próximos anos.

Website: https://www.lamandinne.com.br/