Notícias Corporativas

OFERECIDO POR
Restaurantes

Hambúrguer e cerveja: como tornar a harmonização ideal

O Beer Sommelier Eduardo Meira, à frente do Beer Club em Brasília, diz que existem três tipos de harmonização. “A harmonização por complementação se dá quando a comida e a bebida combinam, já por oposição é quando os sabores se chocam, não necessariamente causando uma sensação ruim.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Uma pesquisa da Kantar  Worldpanel apontou que o consumo de cerveja cresceu no último ano no Brasil. Em 2016, a bebida era consumida em 62,3% dos domicílios brasileiros, percentual que subiu para 62,7% em 2017 e para 63,4% no ano passado. O levantamento considera o período de 12 meses terminados em setembro. Para acompanhar a bebida, nada melhor do que um hambúrguer artesanal, segundo especialistas. Porém, é preciso ficar atento a dicas na hora da combinação ideal. 

O Beer Sommelier Eduardo Meira, à frente do Beer Club em Brasília, diz que existem três tipos de harmonização. “A harmonização por complementação se dá quando a comida e a bebida combinam, já por oposição é quando os sabores se chocam, não necessariamente causando uma sensação ruim. A harmonização por corte ocorre quando a bebida limpa o paladar do alimento que foi ingerido anteriormente”, explica Meira.

De acordo com o sommelier, quanto mais gordurosa a carne, mais teor alcoólico deve ter a cerveja. “A harmonização de cerveja com hambúrguer vai depender da proteína do hambúrguer. Se ele possui uma carne de boi mais gordurosa vale a pena investir em cervejas mais alcoólicas. O álcool vai quebrar as moléculas de gordura, valorizando o sabor da carne. Para esse tipo de combinação, eu sugiro uma boa IPA”, destaca o especialista.

PUBLICIDADE

Para carnes brancas, o Beer Sommelier recomenda cervejas mais leves. “Recomendo uma lager para hambúrgueres de frango ou peixe. Cervejas mais leves são o ideal para esse tipo de proteína, já que são carnes mais sutis. Na minha opinião, a belga Hoegaarden e a americana Blue Moon são as melhores combinações para esse tipo de carne ”, explica Edu.

 

Website: http://www.beerclubbrasilia.com.br