Notícias Corporativas

OFERECIDO POR
Negócio

Empresas fantasmas aplicam golpes em clientes com promessas milagrosas

Nós prezamos mostrar em nosso site e em nosso canal no YouTube os nossos casos de sucesso, para mostrar os nossos clientes que eles estarão em ótimas mãos. Quando um cliente chega em nossa sede em São Paulo, a primeira coisa que ele vê na recepção é uma pasta com centenas de outros casos resolvidos. - Conta Willian Hidalgo.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

O golpe aplicado por empresas fantasmas de promessas milagrosas não para de crescer. Segundo um levantamento feito no ano passando pela Neoway, especialista em Big Data, o Brasil possui cerca de 4 milhões de empresas fantasmas que se mantêm ativas na Receita Federal.

De acordo com o levantamento, 18% dos CNPJ’s registrados possuem atividades com nível baixo ou muito baixo. Isso mostra que as empresas já pararam de executar suas atividades, mas ainda estão com as portas abertas para novos contratos.

Dentre os golpes realizados por empresas fantasmas, um muito comum atualmente é o golpe na compra de veículos.  De acordo com o jornal Diário Vale, no Rio de Janeiro, o número de pessoas vítimas de golpe de financiamento de veículos fantasmas cresce.

PUBLICIDADE

Segundo o delegado adjunto da 90ª DP Barra Mansa, Antônio Furtado, a Polícia Civil descobriu uma agência de carros em um dos bairros do Rio de Janeiro, no qual os golpes eram aplicados durante meses, levando a dezenas vítimas do golpe na cidade.

Os golpes de veículos através da internet também estão cada vez mais comuns. De acordo com o Portal Morada, no Rio Grande do Sul, uma quadrilha também aplicou golpes de vendas de veículo, utilizando nome de uma revendedora de veículo do estado. Dezenas de pessoas foram vítimas desse golpe, uma vez que a quadrilha anunciava veículos na internet por preços muito baixos, assim atraindo as vítimas.

 

Empresa fantasma movimenta mais de R$160 Milhões em lavagem e fraudes processuais

 

Além disso, nesse ano, em setembro, foi realizada a operação Apate pela Polícia Civil, no qual uma quadrilha movimentou R$ 160 milhões com lavagem de dinheiro e fraudes processuais já nos últimos dois anos.  A quadrilha atuava na capital de Minas Gerais e em outras cidades do estado. Ela utilizava o nome de empresários famosos para abertura de empresas fantasmas.

PUBLICIDADE

Segundo a Polícia Civil, os falsos documentos de empresários famosos, eram utilizados para facilitar no processo de abertura das empresas. De acordo com Dias, as empresas duravam poucos meses. Quando empresários de sucesso percebiam o empréstimo ou conta corrente em seus nomes, as instituições já haviam sido fechadas.

Consultorias indicam estratégias para as pessoas fugirem de golpes de empresas fantasmas

 

Conforme os dados citados, a atenção na contratação de uma empresa deve ser feita com cautela e atenção para assim se prevenir dos golpes cometidos pelas empresas fantasmas. De acordo com Kigiela, Diretor do site Blindado S/A, os consumidores precisam saber identificar quando um site é seguro ou não.

Além disso, especialistas de consultorias jurídicas afirmam que é necessário fazer a verificação de determinadas empresas, antes de contratá-las.  Isso ajuda a se prevenir de golpes e contratar uma empresa que de fato cumpra com aquilo que foi prometido.

Para a Mais Credit Consultoria, uma das Maiores Consultorias do Brasil Especializadas em Revisão de Financiamento de veículo, existem algumas estratégias que ajudam o consumidor a se prevenir de golpes. Desse modo, a Mais Credit separou algumas sugestões:

Segundo a O Globo os inúmeros golpes através das redes sociais não param de se espalhar. Por isso, a Mais Credit Consultoria, sugere que os consumidores sempre verifiquem se a empresa que está anunciando uma determinada propaganda possui páginas na internet.

Como por exemplo, uma página no Facebook, Instagram, Twitter, site ou blog. Isso é importante, porque caso o consumidor não encontre nenhuma informação sobre ela, possivelmente ela pode ser uma empresa fantasma.

Além disso, se o consumidor encontrar as redes sociais da empresa em questão, é necessário verificar se existem publicações ou se a empresa movimenta essas páginas gerando conteúdo. Os especialistas da consultoria afirmam que quanto mais conteúdo, engajamento e informações nessas redes, melhor será para verificar se essa empresa não é uma empresa fantasma.

Outra dica muito importante dada pelos especialistas da Mais Credit, é verificar se essa empresa possui casos de sucesso catalogados na internet ou em um lugar de fácil acesso aos possíveis novos clientes. Esse material significa que essa empresa realmente existe e entrega o que promete.

Willian Hidalgo, Sócio Diretor da Mais Credit Consultoria, afirma que sempre busca mostrar para as pessoas interessadas em seus serviços, depoimentos de outros clientes. Isso ajuda a mostrar para os consumidores que é uma empresa séria e que cumpre aquilo que é prometido.

“Nós prezamos mostrar em nosso site e em nosso canal no YouTube os nossos casos de sucesso, para mostrar os nossos clientes que eles estarão em ótimas mãos. Quando um cliente chega em nossa sede em São Paulo, a primeira coisa que ele vê na recepção é uma pasta com centenas de outros casos resolvidos. “ – Conta Willian Hidalgo.

 

Outra estratégia importante sugerida pelos especialistas para verificar se uma empresa não é fantasma, é buscar informações sobre a empresa. Informações como endereço físico e o CNPJ. No entanto, em muitos casos as empresas podem passar informações e dados que não estão ativos. Dessa forma, através da Receita Federal, é possível verificar se o CNPJ da empresa é válido.

 

Especialistas afirmam que as pessoas não precisam se privar de comprar na internet

 

Uma pesquisa foi realizada pelo Site Blindado S/A – empresa especializada em verificar a segurança de sites – com objetivo de descobrir porque os consumidores deixam de comprar produtos pela internet.

O estudo foi realizado com 4.000 internautas, com o perfil entre 18 e 40 anos. O resultado apontou que um dos principais motivos que levam os consumidores a não comprar pela internet, em 30% das situações, é a falta de segurança. Em seguida, 18% dos internautas entrevistados, afirmaram que o motivo é o medo de não receberem o produto.  

Conforme Mauricio Kigiela, Diretor do Site Blindado S/A, ele afirma que os sites não mostram para os seus clientes selos que apontam a segurança do site.

De acordo com Kigiela, os consumidores precisam saber identificar quando um site é seguro e quando ele pode ser de empresas fantasmas.

“Por isso, o consumidor precisa saber identificar e conhecer os diferenciais de adquirir produtos por sites blindados contra hackers e outras formas de roubo de dados, para que se sintam seguros na hora de efetivar sua compra. “ – Confirma Kigiela.

Atualmente, comprar produtos pela internet se tornou cotidiano e um hábito dos brasileiros, conforme um estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

De acordo com a Mais Credit Consultoria, para verificar se um site é confiável na internet, uma das dicas é verificar se a empresa disponibiliza informações como CNPJ, ENDEREÇO e INFORMAÇÕES SOBRE a Empresa. Essas informações geralmente são encontradas no Rodapé de um site.

Por isso, especialistas da Consultoria afirmam que os brasileiros não precisam se privar de comprar produtos pela internet. Os consumidores precisam se manter atentos as ciladas e promessas feito pelas empresas. Caso perceba que é um site seguro, poderá adquirir produtos tranquilamente.

 

Texto: Brenda Caroline

 

Fonte:

Mais Credit Consultoria

Site: https://www.maiscredit.com.br/

Blog: https://www.maiscredit.com.br/blog/

WhatsApp: (11) 95941-8050

Website: https://www.maiscredit.com.br/