Notícias Corporativas

OFERECIDO POR

Concessionárias antecipam decisões usando inovação de inteligência artificial

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Reuniões com os times de vendas e pós-vendas, atenção a montadora, treinamentos, eventos e viagens de negócios. Como se já não bastasse tudo isso, ainda precisa encontrar tempo para acompanhar uma infinidade de métricas de performance das lojas e ainda planejar o futuro.

Se você vive no universo automotivo, esse dia a dia deve lhe parecer familiar, não é? Pois essa é a realidade do dia a dia de um diretor de uma concessionária de automóveis.

O ponto que trata do acompanhamento de performance e métricas de resultado já foi alvo de estudos de diversas instituições pelo mundo.

PUBLICIDADE

Uma pesquisa recente da McKinsey (MGI) concluiu que gestores das empresas perdem cerca de 19,8% do dia, ou seja, em média 36 horas ao mês buscando e concatenando informações para tomar decisões.

Esse tempo despendido e o dia a dia agitado, logicamente, tornam quase impossível que um diretor de uma concessionária consiga acompanhar tudo e tomar decisões na hora certa. Muitas informações chegam atrasadas fazendo as tomadas de decisões acontecerem no tempo errado e, por consequência, causando danos e prejuízos.

Tudo isso fica ainda mais complexo pelo volume de informações disponíveis. Segundo a IDC, o conteúdo digital dobra de tamanho a cada dois anos.

Em meio a esse cenário nascem startups como a Rampfy.com, que promete entregar informações aos gestores das empresas na hora certa de tomar decisões.

O robô da startup fica conectado ao sistema de gestão da concessionária analisando métricas, eficiência em processos e atingimento de objetivos. Quando existe uma tendência de problema ele alerta o gestor, através de um aplicativo no celular.

Parece coisa de filme futurista? A proposta dessa startup é que o seu robô de inteligência artificial envie uma mensagem com informações na hora que o gestor precisa saber daquilo.

PUBLICIDADE

A startup já teve destaques internacionais como o 2º lugar no ranking de produtividade da 100 Open Startup, que avaliou mais de 6 mil startups pelo mundo, e 7º lugar no Open Innovation Week, promovido pela Universidade de São Paulo (USP).

A empresa atende a grandes contas corporativas, com cases de empresas com mais de 200 mil funcionários. Porém, os resultados nas concessionárias impactam a empresa como um todo. Isso acontece por conta de um mapa estratégico de 70 métricas (KPI’s) criado pela startup exclusivamente para o segmento.

Aqui você pode acessar esse mapa, disponibilizado no site da startup.

Segundo Maicon Sievert, diretor de tecnologia da startup, os resultados práticos envolvem incrementos significativos nos resultados com os insights de push intelligence gerados pela solução. Por exemplo, caso o robô entender que pode haver dificuldade de atingimento de uma meta de vendas ele alerta o gestor. Tudo isso conectado aos sistemas ERP/DMS da concessionária.

Ele destaca ainda, que o robô acompanha alguns pontos críticos de processos, como abandono de ordens de serviço na oficina, obsolescência de estoques e previsibilidade de agendamento de oficina.

César Dias, CEO da Rampfy, comenta um ponto interessante sobre como as metas são atingidas: “Normalmente existe uma euforia nos últimos dias do mês para alcançar um objetivo de faturamento, que acaba despriorizando o resultado de fato. O robô da Rampfy.com move o time para estar em rota de atingimento de objetivos diariamente, evitando essa euforia de fim de mês.

Além dos 70 KPI’s padrões que a solução já possui conectado aos principais sistemas do mercado, ainda é possível que o time de TI das concessionárias personalizem a solução com suas demandas específicas.

Nesse ponto a criatividade não tem limites para inovar, como comenta Maicon: “Os concessionários criaram recursos desde métricas para recuperar vendas de orçamentos perdidos na oficina até alertas para vencimentos de demonstrações de veículos, que em alguns estados existem multas pesadas quando esses prazos são perdidos”.

Uma cultura em transformação

A transformação digital está mudando a forma como as empresas funcionam. Novos pensamentos como a cultura de empresas guiadas por dados (Data Driven) estão sendo rolos compressores na nova economia que está derrubando empresas com decisões influenciadas por instinto (Feeling Driven).

Além da cultura de dados, a velocidade dos negócios é um ponto muito relevante, como comenta Rogério Motta, Gerente Geral Comercial da Osten Group:

A praticidade de estar com as informações a palma da mão em um rápido click, conseguir direcionar uma mensagem de texto, email, WhatsApp ou qualquer outro meio de comunicação com dados imediatos de faturamentos, margens, descontos, volume de estoque e etc., facilita e cria ações rápidas junto aos negócios. Após a instalação do aplicativo em nossa companhia os gestores têm atuado de forma mais assertiva em busca da superação dos resultados“.

Ritmo acelerado

Desde o início da comercialização no segmento automotivo, a startup catarinense anda a passos largos nessa vertical. As vendas da solução para as concessionárias começaram em fevereiro deste ano e já alcançam mais de 100 concessionárias por todo o Brasil.

Os planos da startup envolvem a expansão para outros países e novas soluções verticalizadas como foi feito para o universo automotivo.

Website: https://www.rampfy.com/