Saiba tudo a respeito da venda de milhas, uma prática cada vez mais comum entre clientes de programas de fidelidade

Muitas pessoas acumulam milhas em programas de fidelidade, porém, acabam perdendo-as por não aproveitá-las. Vender milhas pode ser uma forma de evitar tal perda, de maneira segura, cômoda e lícita.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Publicidade

Em meio a um mercado altamente competitivo, é comum ver mais empresas disputando a preferência dos clientes, e uma das ferramentas mais efetivas e utilizadas por muitas delas são programas de fidelidade.

Os programas procuram entregar alguma recompensa em troca da preferência dos clientes. Um restaurante local pode dar uma refeição grátis ao cliente frequente, grandes empresas podem oferecer mais em função de seu poderio econômico.

É o que ocorre no caso de programas como Smiles, Multiplus e TudoAzul, constituídos por redes de empresas consagradas que permitem a troca de pontos e milhas por diversos itens, como produtos, serviços e passagens aéreas.

Continua depois da publicidade

Programas do gênero têm apresentado considerável crescimento justamente por permitirem que os clientes consigam as referidas vantagens em troca dos pontos e milhas obtidos por meio do consumo na sua rede de parceiros.

Em paralelo ao crescimento dos programas de fidelidade e do uso de suas milhas, empresas também passaram a oferecer a venda de milhas como alternativa para clientes desses programas. Ou seja, também é cada vez mais comum vender milhas acumuladas.

Venda de milhas: uma prática lícita, segura e vantajosa

À primeira vista, vender milhas pode parecer algo ilícito, pois normalmente não é uma prática incentivada pelos programas de fidelidade. Contudo, a venda de milhas não sofre restrições legai. Ademais, depois de creditadas as milhas são consideradas de posse do cliente, e negociá-las não pode ser classificado como algo irregular.

Além de ser permitida pela legislação, a venda de milhas também traz algumas vantagens para quem as detêm. Isso porque as milhas e pontos têm prazo determinado de utilização dentro dos programas de fidelidade, ou seja, o cliente deve usá-las dentro deste prazo ou vai perdê-las.

Vender milhas apresenta-se como alternativa para evitar perda de tempo, milhas e dinheiro. E para que a negociação de pontos ou milhas seja efetuada com segurança basta o cliente optar por uma empresa bem recomendada, com avaliação pública positiva, algo fácil de verificar na internet.

A Hot Milhas, líder do setor de compra e venda de milhas, é um exemplo disso. A empresa mineira tornou-se referência no segmento por oferecer discrição, comodidade e segurança em seus serviços.

A venda de milhas na Hot Milhas é feita sem sair de casa, os dados do vendedor são preservados e o pagamento é antecipado, sem deixar qualquer possibilidade de erro.

Conheça mais sobre a empresa, saiba qual o valor de suas milhas em uma cotação e entenda como é o processo de vender milhas .

Tópicos relacionados