Por que é necessário um hub especializado para realizar a integração do lojista com os MarketPlaces e mais ainda, com o MercadoLivre?

Em 2015 foi o grande “Boom“ de lojas se transformando em MarketPlaces no Brasil, de lá para cá, cada vez mais lojas aderiram ao conceito, trazendo, pela primeira vez na história, lucro para os grandes e-commerces brasileiros e ao mesmo tempo dando a oportunidade de lojistas menores alcançarem grande visibilidade e vendas ! Descubra agora como um bom hub de integração pode gerar muito mais vendas e menos trabalho.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Publicidade

Em 2015 foi o grande “Boom” de lojas se transformando em MarketPlaces no Brasil, tendo como pioneiro a Cnova, seguido de perto pela B2W, Walmart e mais recentemente à Dafiti e NetShoes.

Com isso, alguns dos tradicionais e-commerce, que dificilmente obtinham lucro na operação, começaram a sair do vermelho, sendo já em mais de 10% a receita proveniente de vendas por outros lojistas.

Para os pequenos e médios lojistas esse novo modelo representa uma grande oportunidade pois resolvem dois dos grandes problemas que os impediam de melhorar as vendas pela internet:

Continua depois da publicidade

O primeiro é o custo de Marketing para trazer um possível comprador pra dentro da loja. Esse custo agora é inexistente, uma vez que o modelo funciona através do pagamento de comissões apenas em caso de venda.

O Segundo é a confiabilidade do comprador na loja. O lojista menor herda a credibilidade do grande e-commerce, deixando o comprador mais tranquilo e seguro em realizar a compra.

Mas nem tudo é fácil para o lojista e o principal desafio enfrentado por ele é o operacional, já que este deve estar preparado para lidar com grande quantidade de produtos a serem cadastrados, sincronizados e ter agilidade nas entregas, caso contrário, será penalizado e poderá inclusive ter seu contrato reincidido.

Para solucionar esses e outros problemas entra em campo o HUB de integração na operação.

O trabalho do HUB começa já na hora da obtenção do contrato junto ao MarketPlace. Há um grande volume de lojistas interessados em iniciar as vendas, o que já acarreta uma longa fila de espera, o hub consegue agilizar esse processo.

Uma vez com contrato assinado o lojista irá ter que cadastrar seus produtos novamente no marketplace, porém ao estar integrado, seu catálogo de produtos poderá ser espelhado com poucos cliques.

Após os produtos estarem disponibilizados no marketplace, entra o principal problema que é impossível de ser resolvido sem um integrador, chamado “sincronização de estoque”.

Imagine que uma venda ocorreu em um marketplace e o produto continuou disponível na loja virtual do lojista sendo vendido instantes depois, se os estoques não estiverem corretamente sincronizados, o lojista acabou de vender algo que não tem, sofrendo assim punição do marketplace em que a venda não foi honrada.

Além do estoque, é importante citar o preço que acaba sendo alterado de tempos em tempos, onde se integrado, através de um hub, será instantaneamente sincronizado, porém hubs especializados como o https://plugg.to permitem que se crie regras de preço diferenciadas baseadas em porcentagem para cada marketplace.

Opa! Hora de administrar as vendas, realizar as entregas, emitir as notas fiscais…. se administrar em um lugar tudo isso já é difícil, imagine em 2 ou mais, todos os dias? O Hub centraliza tudo em um só local para que o trabalho do lojista seja o mesmo que se estivesse vendendo em um lugar só.

O MercadoLivre concentra a maior quantidade de visitas e vendas do e-commerce Brasileiro, mas vender lá não é uma tarefa simples, pois além do fluxo de cadastro, sincronização de estoque e gestão das vendas, comuns a todos marketplaces, é necessário lidar com as perguntas realizadas pelos usuários da plataforma antes da compra e com as qualificações dos compradores após terem seus produtos entregues.

Este também permite criação de anúncios com diferentes tipos de exibição, parcelamento sem juros incluso, frete grátis…… O que para um lojista menos atento pode ser só um detalhe, outro com mais conhecimento, consegue tirar proveito, criando anúncios repetidos e vendendo assim muito mais através da criação de anúncios com diferentes preços e configurações, dando assim a oportunidade do cliente decidir, por exemplo, se quer pagar mais por um produto que é parcelado sem juros e que possui frete grátis, ou pagar menos sem ter essas opções.

Por ser um hub especializado em MercadoLivre, que inclusive recebeu investimento do mesmo em 2015, o https://plugg.to é o mais indicado para quem quer vender por lá, pois além das ferramentas comuns a todos hubs, é o único dos que possui integração com grandes plataformas de Ecommerce como Magento, Vtex e OpenCart, e que também oferece ferramentas de otimização e automação de vendas para o MercadoLivre, tais como:

+ Testes AB de anúncio
+ Regras de preço por tipo de anúncio e frete grátis
+ Auto respostas de perguntas
+ Análise de preço de anúncios concorrentes
+ Auto Qualificação de compradores
+ Suporte a MercadoLivre Envios e MercadoLivre Coleta.

Contar com todos essas ferramentas possui um acessível, e cabe no bolso de qualquer tamanho de ecommerce sendo uma plataforma extremamente democrática.

Entre agora em contato agora com o https://plugg.to para saber mais.

Website: https://plugg.to

Tópicos relacionados