títulos públicos

Volume financeiro negociado no Tesouro Direto aumenta quase 65% em agosto

Foram negociados R$ 372,2 milhões no oitavo mês do ano, um acréscimo de 64,8% em relação ao mês passado

SÃO PAULO – O volume financeiro negociado pelo programa Tesouro Direto aumentou em agosto. De acordo com dados do Tesouro Nacional foram negociados R$ 372,2 milhões no oitavo mês do ano, um acréscimo de 64,8% em relação ao mês anterior (R$ 225,9 milhões).

Segundo o Tesouro, o número total de investidores cadastrados ao fim de agosto atingiu 313.919, o que representa incremento de 21,2% nos últimos 12 meses. Somente no mês passado, 4.317 novos participantes se cadastraram no Tesouro Direto. O valor médio por operação, no mês, foi de R$ 17.334.

O que é e como comprar
O Tesouro Direto é um programa que possibilita a aquisição de títulos públicos por pessoas físicas pela internet. Foi lançado para democratizar o acesso aos investimentos em títulos federais, incentivar a formação de poupança de longo prazo e facilitar o acesso às informações sobre a administração e a estrutura da dívida pública federal brasileira.

A compra de títulos do Tesouro Direto pode representar uma alternativa bastante atraente para quem investe em fundos de renda fixa, pois o perfil de risco é muito similar e, em muitos casos, os custos envolvidos podem ser bem menores – o que pode significar retorno melhor para o investidor.

O programa disponibiliza a compra e venda dos títulos pela internet. Para isso, é necessário ser cadastrado em uma corretora de valores e pedir autorização da instituição para operar com esses títulos.