Em onde-investir / tesouro-direto

Tesouro Direto: taxas dos títulos públicos prefixados estendem alta nesta tarde

Mercado acompanha de perto aumento das tensões globais, com novas discussões comerciais entre Estados Unidos e China

 SÃO PAULO – As taxas dos títulos públicos negociados no Tesouro Direto, programa que possibilita a compra e venda de papéis por investidores pessoas físicas por meio da internet, seguem em alta nesta segunda-feira, em meio a um ambiente de maior tensão global. Os papéis prefixados acentuaram o aumento dos retornos nesta tarde, enquanto os indexados à inflação perderam força em relação aos rendimentos desta manhã, ainda que com alta na comparação com sexta-feira passada.

Destaque do dia, a China contra-atacou a decisão do presidente americano Donald Trump de impor tarifas sobre US$ 300 bilhões em produtos chineses. A maior economia da Ásia enfraqueceu a moeda, que ultrapassou a marca de 7 yuan por dólar, no nível mais fraco em uma década, além de pedir a estatais para suspender as importações de produtos agrícolas dos EUA.

Trump respondeu no Twitter à retaliação chinesa, exortando o Federal Reserve a mudar sua política monetária para fazer frente à guerra comercial. "A China derrubou a sua moeda a mínimas quase históricas. Isso é chamado de 'manipulação cambial'. Você está ouvindo, Federal Reserve? É uma violação enorme que irá enfraquecer a China ao longo do tempo", escreveu. 

O presidente dos EUA disse ainda que os 10% das tarifas podem evoluir para 25% caso a China não se empenhe mais em um acordo.

No noticiário local do dia, depois do corte da taxa Selic de 0,50 ponto percentual, para 6% ao ano, na semana passada, o Relatório Focus, do Banco Central, mostrou uma redução da previsão dos agentes financeiros para os juros no fechamento de 2019, de 5,5% para 5,25%. Para 2020, a expectativa se manteve em 5,5%.

Com relação a outros indicadores, não houve mudanças. A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 foi mantida em 0,82%, assim como a estimativa para 2020 ficou estável, indicando expansão de 2,1%. Com relação ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), as projeções dos economistas foram mantidas em 3,8%, para este ano, e em 3,9%, para 2020. 

Por fim, na cena política, a semana começa sob as expectativas do avanço da reforma da Previdência, com a votação em segundo turno, que deverá entrar na pauta da Câmara dos Deputados nesta terça-feira.

Assim como no primeiro turno, a proposta precisa do voto de um mínimo de 308 deputados para ser aprovada e seguir ao Senado, no qual também passará por dois turnos. Nessa fase de tramitação, os partidos podem apresentar apenas destaques supressivos, ou seja, voltados para excluir algum trecho do texto aprovado em primeiro turno.

No Tesouro Direto, dentre os títulos com rendimentos prefixados, o prêmio anual do Tesouro Prefixado 2022 subia de 5,98%, nesta manhã, para 6,06%, há pouco, enquanto o retorno do Tesouro Prefixado 2025 aumentava de 6,98% para 7,02%.

Já no grupo de papéis com retorno indexado à inflação, o prêmio do Tesouro IPCA+ com vencimento em 2035 cedia de 3,69% para 3,66%, enquanto o retorno do Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2050 caía de 3,70% para 3,69%. O investidor pode adquirir o papel integralmente por R$ 4.680,28 ou aplicar uma quantia mínima de R$ 46,80 (recebendo uma rentabilidade proporcional à aplicação).

Invista em Tesouro Direto a partir de R$ 30: abra uma conta gratuita na Rico

Confira os preços e as taxas dos títulos do Tesouro Direto:
Título
Vencimento
Taxa de Rendimento (% a.a.)
Valor Mínimo
Preço Unitário
Indexados ao IPCA  
Tesouro IPCA+ 2024 15/08/2024 IPCA + 2,93 R$ 55,97 R$ 2.798,60
Tesouro IPCA+ 2035 15/05/2035 IPCA + 3,66 R$ 36,76 R$ 1.838,05
Tesouro IPCA+ 2045 15/05/2045 IPCA + 3,66 R$ 38,52 R$ 1.284,33
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2026 15/08/2026 IPCA + 3,07 R$ 39,08 R$ 3.908,28
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2035 15/05/2035 IPCA + 3,53 R$ 42,22 R$4.222,31
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 15/08/2050 IPCA + 3,69 R$ 46,80 R$ 4.680,28
Prefixados  
Tesouro Prefixado 2022 01/01/2022 6,06 R$ 34,72 R$ 868,06
Tesouro Prefixado 2025 01/01/2025 7,02 R$ 34,66 R$ 693,39
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2029 01/01/2029 7,28 R$ 35,61 R$ 1.187,10
Indexados à Taxa Selic  
Tesouro Selic 2025 01/03/2025 Selic + 0,02 R$ 102,40 R$ 10.240,17

Fonte: Tesouro Direto

Baixo risco, liquidez e acessibilidade

O Tesouro Direto é considerado a opção de investimento com o menor risco no Brasil e com ampla acessibilidade, dado o investimento mínimo a partir de R$ 30. Outra vantagem do programa diz respeito à liquidez, com a possibilidade de recompra diária dos títulos públicos pelo Tesouro.

O investidor pode aplicar em títulos públicos diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo uma conta em uma corretora, como a Rico Investimentos, por exemplo, para intermediar as transações. Atualmente, a maior parte das instituições financeiras habilitadas a operar no programa não cobra taxa de administração.

O único custo obrigatório que recai sobre o investimento em títulos públicos pelo Tesouro Direto corresponde à taxa de custódia, de 0,25% ao ano sobre o valor dos títulos, cobrada semestralmente no início dos meses de janeiro e de julho.

Saia da poupança e faça seu dinheiro render mais: abra uma conta gratuita na Rico

 

 

Contato