Em onde-investir / tesouro-direto

Título do Tesouro Direto rende 7 vezes mais que a poupança em três meses

A rentabilidade é equivalente a 3,5 vezes o ganho do CDI no mesmo período

SÃO PAULO - Os títulos do Tesouro Direto têm oscilação diária e isso abre possibilidade para ganhos turbinados, ou seja, quando o investidor negocia seus títulos antes do vencimento em uma taxa vantajosa e consegue rendimentos superiores ao contratado no momento da compra.

O Tesouro IPCA+ 2024, por exemplo, paga 4,58% nesta terça-feira (24) caso o investidor carregue o investimento até o seu vencimento em 15 de agosto de 2024. No entanto, o título é campeão em rendimentos no acumulado de 2018, com valorização de 5,5%, segundo dados do Tesouro Nacional divulgados nesta terça-feira (24).

A rentabilidade é equivalente a 3,5 vezes o ganho do CDI (benchmark da maioria dos investimentos de renda fixa) no mesmo período e sete vezes mais que a poupança (0,80%).

Nesse caso, há quem questione os ganhos descontados os impostos, uma vez que há tributação do imposto de renda no Tesouro Direto, enquanto a poupança é isenta. Vamos aos números?

Quem tinha R$ 10 mil no início do ano na poupança alcançou R$ 10.080 no fim de março. Já o investidor que colocou seu dinheiro no Tesouro IPCA+ 2024, um dos títulos mais recomendados por analistas de renda fixa desde o fim de 2017, obteve R$ 10.553 no fim do mês passado.

Ao descontar o imposto de renda, de 22,5% sobre o lucro para saques em até 3 meses, e a taxa de custódia de 0,3% da B3, quem investir no Tesouro IPCA+ 2024 conseguiu acumular R$ 10.398 - uma diferença de mais de R$ 300 em apenas três meses.

Veja o desempenho dos títulos do Tesouro Direto em março e no acumulado de 2018: 

Títulos Vencimento Rentabilidade bruta março Rentabilidade bruta 2018
Tesouro IPCA+ 2045 15/05/2045 -6,10% 4,67%
Tesouro IPCA+ 2035 15/05/2035 -3,67% 3,78%
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 15/08/2050 -3,16% 3,88%
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2035 15/05/2035 -1,56% 3,76%
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2026 15/08/2026 0,36% 4,18%
Tesouro IPCA+ 2024 15/08/2024 1,22% 5,53%
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2029 15/08/2026 0,66% -
Tesouro Prefixado 2021 01/01/2021 1,60% 4,52%
Tesouro Prefixado 2025 01/01/2025 1,21% -
Tesouro Selic 2023 01/03/2023 0,34% 1,34%

Foram considerados apenas os títulos que ainda estão disponíveis para compra dos investidores nesta terça-feira. Vale lembrar que, se os títulos forem carregados até o vencimento, eles pagam a rentabilidade acordada no momento da compra e que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Número de inscritos salta 55%
O número de investidores cadastrados no Tesouro Direto cresceu em 65,2 mil em março, atingindo o recorde de 2,05 milhões - um crescimento de 55,1% em relação a março de 2017. O total de investidores ativos também foi o maior da série, com 591.034 pessoas. O número de investidores que se tornaram ativos no mês de março foi de 9,6 mil, a melhor marca mensal deste ano.

No mês de março, foram realizadas 179.700 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto, no valor total de R$ 1,125 bilhão. Os resgates somaram R$ 1,225 bilhão, totalmente em recompras. Com isso, houve resgate líquido de R$ 99,77 milhões e o estoque fechou em R$ 47,582 bilhões, um crescimento de 0,57% com relação ao mês anterior e aumento de 9,1% comparado a março de 2017.

Aprenda - definitivamente - a comprar títulos no Tesouro Direto; veja vídeo

O consultor em finanças e professor Alan Ghani mostra, no programa “Tesouro Direto com Ganhos Turbinados”, o passo a passo de como escolher e comprar os títulos, desde a escolha da corretora até a aquisição dos ativos. Veja: 

Quer investir no Tesouro Direto? Clique aqui e abra uma conta na Rico 

 

 

Contato