Renda fixa

Tesouro Direto: taxas de títulos públicos recuam na tarde desta quinta-feira

Investidores monitoraram IGP-M, noticiário de Covid-19, risco fiscal no Brasil e sinalizações negativas do Federal Reserve sobre a economia

(Getty Images)

SÃO PAULO – Os títulos públicos negociados via Tesouro Direto apresentavam queda nas taxas oferecidas na tarde desta quinta-feira (28).

O Tesouro Prefixado com vencimento em 2023 pagava um prêmio anual de 5,10%, ante 5,24% na tarde de ontem. O juro pago pelo mesmo papel com prazo em 2026, por sua vez, cedia de 7,17% para 7,06% ao ano.

Entre os indexados à inflação, o papel com vencimento em 2026 pagava uma taxa anual de 2,76% nesta tarde, contra 2,86% na sessão anterior. Já o Tesouro IPCA+ 2045 oferecia um prêmio de 3,63% ao ano, abaixo dos 3,72% pagos ontem.

Confira os preços e as taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra nesta quinta-feira (28):

Fonte: Tesouro Direto

Coronavírus e risco fiscal

Na agenda de indicadores, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) voltou a acelerar em janeiro na comparação com dezembro, registrando alta de 2,58%. Em 12 meses, a inflação é de 25,71%.

Ainda no Brasil, o Ministério da Economia estuda reeditar a medida que liberou a assinatura de acordos individuais para suspender contratos ou reduzir jornada e salário de trabalhadores, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Entre as opções em estudo está a de usar recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Investidores também monitoraram a pressão de caminhoneiros sobre o governo após a Petrobras anunciar, na terça (26), o reajuste de 4,4% no preço do diesel. A ameaça de greve, a partir de 1º de fevereiro está fortalecida.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o Ministério da Economia avalia reduzir o PIS e o Cofins sobre o diesel, como forma de aplacar os ânimos.

Leia também:
Shoppings e escritórios: FIIs que ficaram para trás em 2020 são oportunidade este ano, defendem gestores

PUBLICIDADE

No Congresso, senadores do MDB se reuniram ontem para discutir a possibilidade de o partido abandonar a candidatura de Simone Tebet pela presidência do Senado. Ela concorre contra Rodrigo Pacheco, do DEM, que ofereceu ao MDB cargos na Mesa Diretora.

Por fim, no noticiário de vacinas, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou ontem que o governo federal ainda não solicitou formalmente o lote extra de 54 milhões de doses da CoronaVac, previsto no contrato firmado junto ao Ministério da Saúde.

Segundo ele, caso o pedido não seja feito em breve, o Butantan pode priorizar a produção da vacina para exportação.

Além disso, o governo paulista pede ao Ministério da Saúde autorização para utilizar todo o estoque atualmente disponível da CoronaVac para aplicação da primeira dose, de forma a aumentar a quantidade de pessoas abarcadas pelo primeiro passo no processo de imunização.

Cena externa

No exterior, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) manteve ontem as taxas de juros dos Estados Unidos na banda entre 0% e 0,25% ao ano, como esperado pelo mercado.

O que afetou o humor dos investidores, contudo, foi a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, destacando o cenário desafiador para a recuperação da economia americana.

Na Europa, pesou negativamente o impasse entre a União Europeia e a AstraZeneca para a entrega de doses da vacina contra o coronavírus. Segundo a UE, a farmacêutica pretende entregar “consideravelmente menos doses nas próximas semanas do que o combinado e anunciado”.

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

PUBLICIDADE