renda fixa

Tesouro Direto: taxas de títulos públicos sobem, em meio ao aumento das tensões globais

Mercado repercutiu notícias mistas vindas da guerra comercial entre EUA e China, além de temores de uma nova recessão

SÃO PAULO – As taxas dos títulos públicos negociados no Tesouro Direto, programa que possibilita a compra e venda de papéis por investidores pessoas físicas por meio da internet, fecharam o pregão desta quinta-feira (15) em alta.

As preocupações com o ritmo de recuperação da atividade global pesaram sobre os mercados, com o recrudescimento dos temores de uma recessão nos Estados Unidos. Ontem houve uma nova inversão na curva de juros americana, com os títulos do Tesouro de dez anos negociando abaixo dos juros das Treasuries de dois anos pela primeira vez desde 2005. 

A inversão das taxas é um sinal de que o mercado está precificando que a inflação de longo prazo será menor do que está hoje, o que indica que a economia americana não vá crescer – ou cresça menos.

PUBLICIDADE

No Brasil, em meio à alta da moeda americana, que superou os R$ 4,00, o Banco Central anunciou que, pela primeira vez desde a crise de 2009, vai vender dólares à vista das reservas internacionais, atualmente em US$ 388 bilhões. 

Para completar o cenário, o mercado monitorou novas informações envolvendo a disputa comercial entre Estados Unidos e China. O presidente Donald Trump e o líder chinês, Xi Jinping, estão em contato para tentar um acordo comercial. Ao mesmo tempo, a China anunciou que precisa tomar “contramedidas necessárias” ao plano americano de impor uma tarifa de 10% a mais US$ 300 bilhões em produtos chineses.

Invista nos títulos do Tesouro Direto a partir de R$ 30: abra uma conta gratuita na Rico

No Tesouro Direto, o papel com rendimento prefixado e vencimento em 2022 oferecia um prêmio anual de 6,02%, ante 5,98% a.a. anteriormente, enquanto o retorno do Tesouro Prefixado 2025 avançava de 6,93% para 6,98% ao ano.

Já os títulos atrelados ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) com prazos em 2035 e 2045 pagavam a inflação mais 3,56%, ante 3,55% pela manhã. A exceção era o Tesouro IPCA+ 2024, que oferecia retorno de 2,80%, ante 2,82% a.a. mais cedo.

O dia também foi marcado pela volta da negociação dos papéis com juros semestrais e vencimentos em 2026 e 2050, que ofereciam taxas de 3% e 3,61%, respectivamente.

PUBLICIDADE

<!– TD class="tabelaTitulo" rowspan=2 align=center>Indexador</TD –>

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos nesta quinta-feira (15):
Título
Vencimento
Taxa de Rendimento (a.a.)
Valor Mínimo
Preço Unitário
Indexados ao IPCA 
Tesouro IPCA+ 202415/08/2024IPCA + 2,80%R$ 56,39R$ 2.819,96
Tesouro IPCA+ 203515/05/2035IPCA + 3,56%R$ 37,37R$ 1.868,96
Tesouro IPCA+ 204515/05/2045IPCA + 3,56%R$ 39,55R$ 1.318,56
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 202615/08/2026IPCA + 3,00%R$ 38,33R$ 3.833,32
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 203515/05/2035IPCA + 3,44%R$ 42,69R$ 4.269,30
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 205015/08/2050IPCA + 3,61%R$ 46,52R$ 4.652,73
Prefixados 
Tesouro Prefixado 202201/01/20226,02%R$ 34,81R$ 870,47
Tesouro Prefixado 202501/01/20256,98%R$ 34,81R$ 696,28
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 202901/01/20297,25%R$ 35,75R$ 1.191,93
Indexados à Taxa Selic 
Tesouro Selic 202501/03/2025Selic + 0,02%R$ 102,58R$ 10.258,89

Fonte: Tesouro Direto

Baixo risco, liquidez e acessibilidade

O Tesouro Direto é considerado a opção de investimento com o menor risco no Brasil e com ampla acessibilidade, dado o investimento mínimo a partir de R$ 30. Outra vantagem do programa diz respeito à liquidez, com a possibilidade de recompra diária dos títulos públicos pelo Tesouro.

O investidor pode aplicar em títulos públicos diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo uma conta em uma corretora, como a Rico Investimentos, por exemplo, para intermediar as transações. Atualmente, a maior parte das instituições financeiras habilitadas a operar no programa não cobra taxa de administração.

O único custo obrigatório que recai sobre o investimento em títulos públicos pelo Tesouro Direto corresponde à taxa de custódia, de 0,25% ao ano sobre o valor dos títulos, cobrada semestralmente no início dos meses de janeiro e de julho.

Saia da poupança e faça seu dinheiro render mais: abra uma conta gratuita na Rico