Demanda na renda fixa

Tesouro Direto: número de investidores aumenta em 415 mil em 2019

Acréscimo no ano foi o maior da série histórica; Tesouro Selic seguiu como título público preferido

arrow_forwardMais sobre
Calculadora e notas real
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O número de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles atualmente com saldo em aplicações no programa, seguiu em forte alta em 2019, encerrando o ano em um total de 1,2 milhão, alta de 52,8% em relação ao fechamento de 2018.

De acordo com o Tesouro Nacional, o acréscimo, da ordem de 415 mil pessoas, foi o maior da série histórica, com uma média de mais de 34 mil novos investidores ativos por mês.

Em termos de faixa etária, a maior parte dos investidores permanece concentrada no grupo de 26 a 35 anos, com participação de 37,2% em dezembro. Na sequência, estão aqueles com idades entre 36 e 45 anos, com 24% de representação. Investidores mais jovens também se destacaram, com participação de 18,8% – maior valor da série.

Na amostra por gênero, houve leve aumento da participação de mulheres investidoras, de 29,6%, em 2018, para 31,4%, em 2019, mas os homens seguem de longe com o maior peso: 68,6%.

Em um ano marcado por nova queda das taxas de juros, o que beneficiou o retorno dos títulos públicos, o destaque ficou com o Tesouro IPCA+2045, que teve rentabilidade bruta de 58% em 2019. Na sequência está o Tesouro IPCA+2035, com ganho de 36,6% no ano. Confira a seguir a tabela completa com a variação de preço dos papéis disponíveis para compra no Tesouro Direto em 2019:

Título Vencimento Rentabilidade em 2019
Tesouro Prefixado 2022 01/01/2022
Tesouro Prefixado 2025 01/01/2025 22,38%
Tesouro Prefixado com juros semestrais 2029 01/01/2029 23,38%
Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2026 15/08/2026 18,61%
Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2035 15/05/2035 26,66%
Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2050 15/08/2050 33,05%
Tesouro IPCA+ 2024 15/08/2024 18,71%
Tesouro IPCA+ 2035 15/05/2035 36,57%
Tesouro IPCA+ 2045 15/05/2045 58,09%
Tesouro Selic 2025 01/03/2025

Fonte: Tesouro Nacional

Diante das taxas de juros cada vez menores na renda fixa, os resgates de títulos tiveram forte crescimento, de 83,6%, e atingiram valor recorde em 2019: R$ 30,9 bilhões. Desse total, R$ 21,3 bilhões corresponderam a resgates antecipados e R$ 9,6 bilhões, a vencimentos dos papéis.

Com relação às operações, foi registrada uma média de 459 mil por mês, crescimento de 105% na comparação anual e recorde histórico. Um total de 65% das negociações envolveu valores de até R$ 1 mil, o que reforça o aumento da participação de pequenos investidores. Nos anos anteriores, a participação de menores quantias correspondia a 51,3%, em 2017, e a 60,2%, em 2018.

O estoque do Tesouro Direto ao fim de 2019 correspondia a R$ 59,7 bilhões, crescimento de quase 10% em relação a dezembro anterior.

Títulos preferidos

Entre os títulos mais demandados pelos investidores no ano passado, o Tesouro Selic ficou em primeiro lugar, com participação de 45,8% nas vendas. Na sequência ficaram os títulos indexados à inflação (37%) e os prefixados, com 17,3% do total.

Invista a partir de R$ 100 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico