Carteira recomendada

Rico aumenta exposição a papéis defensivos e recomenda 10 ações para comprar em março

Thiago Salomão, analista responsável pela carteira, optou por realizar uma única substituição neste mês

SÃO PAULO – A Rico Investimentos divulgou a sua carteira recomendada de ações para março. Para este mês, a opção foi aumentar os papéis defensivos, incluindo Equatorial (EQTL3) e retirando Unidas (LCAM3). Além disso, houve aumento na participação de Petrobras (PETR4) e de CVC (CVCB3), bem como a inclusão de “puts” (opções de venda) para proteger a carteira: Petrobras (PETR4) e Itaú Unibanco (ITUB4).

Segundo o analista responsável pela carteira, Thiago Salomão, a inclusão de Equatorial deve-se à busca por maior proteção. “Vemos a estratégia como positiva, uma vez que o segmento de transmissão de energia oferece a investidores uma sólida geração de caixa e um fluxo de dividendos devido à sua estrutura de receita fixa, reajustada anualmente com índices de inflação”, escreve.

Já a saída de Unidas é reflexo de uma retomada econômica mais fraca, o que pode elevar a concorrência no setor. “Ainda gostamos muito do papel e qualquer melhora em nossa percepção de risco deve significar a volta à carteira”, diz Salomão.

PUBLICIDADE

Composta por 10 ações, a Carteira Rico Premium utiliza da análise fundamentalista para a seleção e busca entregar um retorno absoluto (acima da inflação) e superior ao Ibovespa. O relatório é voltado para investidores arrojados, que tenham horizonte de investimento de médio e longo prazos.

Com relação à inclusão dos puts, Salomão explica que tanto Petrobras quanto Itaú possuem elevada liquidez e refletem a temperatura do mercado. “Com ambas as empresas no portfólio, conseguimos capturar tanto a volatilidade da política local, como também uma possível desaceleração mais forte do que previsto da economia mundial”, escreve. Segundo ele, a diversificação da carteira via compra de opções de venda permitirá reduzir o risco e equilibrar o portfólio.

Histórico

A Carteira Rico Premium foi criada em janeiro de 2016 (como Carteira InfoMoney Premium) e até fevereiro acumulava rentabilidade de 160,1%, contra alta de 117,4% do Ibovespa. Em fevereiro, a seleção recuou 2,5%, contra queda de 1,9% do benchmark.

Confira, abaixo, a seleção de ativos recomendada para março. Para investir, clique aqui

EmpresaTickerPeso
CVCCVCB313,2%
EquatorialEQTL39,4%
RumoRAIL37%
Magazine LuizaMGLU310%
SabespSBSP38,2%
PetrobrasPETR411,8%
B3B3SA38,6%
AmbevABEV39,1%
Banco do BrasilBBAS3 12,6%
BraskemBRKM59,4%
Puts: PETR4 e ITUB4– 0,7%