Em onde-investir / renda-fixa

Primo Rico promete R$ 1 milhão para quem provar que poupança rende mais que Tesouro Selic

Thiago Nigro vai lançar o desafio nesta segunda-feira (8), às 20h, em suas redes sociais

Thiago Nigro O Primo Rico
(instagram)

SÃO PAULO – Thiago Nigro, criador do canal O Primo Rico, um dos maiores do Youtube, vai lançar nesta segunda-feira, às 20h, o  Desafio do Milhão nas suas redes sociais. Ele oferece R$ 1 milhão para quem conseguir comprovar que a caderneta de poupança nova (que paga 70% da Selic) rende mais do que o Tesouro Selic após um prazo de 365 dias.

O retorno da caderneta de poupança atualmente é de 70% da Selic, mais a TR (Taxa Referencial), que está em zero nos últimos meses. Já o Tesouro Selic tem rendimento praticamente igual à taxa básica de juros, e tem desconto de Imposto de Renda.

Mesmo subtraindo a alíquota de IR, o rendimento líquido do Tesouro Direto fica acima da caderneta de poupança em 12 meses.

A incoerência é que apesar de ser muito pouco rentável, a poupança é a aplicação mais popular do país, com saldo de R$ 788 bilhões em aplicações. Já o estoque do Tesouro Selic é de apenas R$ 16 bilhões, equivalente a apenas 2% de todo dinheiro que está aplicado na poupança.

 “Não faz sentido tanto dinheiro na poupança, quando temos uma aplicação como o Tesouro Selic. Por isso criei esse desafio. Quem conseguir provar que a poupança rende mais após esse período de 365 dias vai levar R$ 1 milhão”, disse Nigro.

Ele também lembra que o retorno maior não é a única vantagem do Tesouro Selic. O título público também é mais seguro que a caderneta de poupança em relação ao risco de crédito (calote de pagamento). Isso porque a garantia do Tesouro Selic vem do Governo Federal, que é o melhor entre todos os pagadores de um sistema financeiro.

Já a poupança tem a garantia de pagamento dos bancos – que por mais robustos que sejam, ainda são mais arriscados que o Governo.

Outra vantagem que ele cita é em relação à liquidez. Mesmo permitindo resgates a qualquer momento, a poupança tem um sistema que penaliza o investidor.  Com a chamada “data de aniversário”, a remuneração só é creditada a cada 30 dias a partir da data de depósito.

Já no Tesouro Direto é possível fazer saques a qualquer momento, e a rentabilidade será proporcional ao período da aplicação. “O Tesouro Selic ganha da poupança em todos os aspectos”, conclui Nigro.

 

Contato