Em onde-investir / poupanca

Fuga? Captação da poupança recua 66% no primeiro semestre

Entre janeiro e junho deste ano, foram efetuados R$ 752,552 bilhões em depósitos e R$ 742,937 bilhões em saques na caderneta, resultando em uma captação líquida de R$ 9,614 bilhões

Porquinho: Fuja da Poupança
(Edson Lovatto)

SÃO PAULO – A captação (diferença entre depósitos e saques) da caderneta de poupança recuou 66% no primeiro semestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2013.

De acordo com dados do Banco Central, entre janeiro e junho deste ano, foram efetuados R$ 752,552 bilhões em depósitos e R$ 742,937 bilhões em saques na caderneta, resultando em uma captação líquida de R$ 9,614 bilhões. Nos mesmos seis meses de 2013, os depósitos haviam superado os saques em R$ 28,2 bilhões.

A alta da taxa de juros pode ser uma explicação para a menor captação. Enquanto a poupança paga atualmente 6,17% ao ano mais TR (Taxa Referencial), a Selic (taxa básica de juro) está em 11% ao ano, fazendo com que aplicações atreladas ao DI (Depósito Interbancário) ganhem atratividade. 

Segundo dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais),  os fundos do tipo Referenciado DI tiveram captação líquida de R$ 24,54 bilhões entre janeiro e junho deste ano. 

Dados de junho
Considerando apenas o mês de junho, a poupança recebeu R$ 130,630 em depósitos, enquanto foram feitos R$ 127,406 em saques, o que resultou em uma captação líquida de R$ 3,223 bilhões.

No mesmo mês do ano passado, a poupança captou R$ 9,451 bilhões (R$ 116,046 bilhões em depósitos e R$ 106,595 bilhões em saques).

 

Contato