EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em onde-investir

Quatro lições valiosas que aprendi no maior evento de traders da América Latina

 Thiago Salomão, editor-chefe do InfoMoney, e Roberto Indech, analista-chefe da Rico Investimentos, contam as três lições valiosas que aprenderam no Master Trader Brasil

SÃO PAULO - O Master Trader Brasil, maior evento de traders da América Latina, reuniu no último fim de semana em São Paulo 1 mil pessoas, sendo que 400 delas participaram do campeonato de traders que entregou um automóvel ao vencedor. O espaço escolhido para o evento tinha limite de lotação, mas a página do evento teve quase 600 mil visitas, quase o número total de pessoas com custódia na Bolsa brasileira.

Para o mercado financeiro, setor que vive de números, é inegável o sucesso do evento. Do ponto de vista de conteúdo também. Thiago Salomão, editor-chefe do InfoMoney, e Roberto Indech, analista-chefe da Rico Investimentos, contam (no player acima) as três lições valiosas que aprenderam no evento. Veja:

>> Não importa quanto tempo você está na Bolsa, é um eterno aprendiz
>> Sem gerenciamento de risco e disciplina, você não chega a lugar algum
>> Para ser um trader de sucesso é preciso estudar muito
>> A importância do networking

O evento contou ainda com palestras de grandes nomes do mercado financeiro como Gilson Finkelsztain, presidente da Bolsa, e Roberto Lombardi, o maior trader do Brasil. 

Quem esteve por lá também soube antes de informações quentes do mercado. Foi durante o encerramento que Finkelsztain anunciou que a B3 terá contratos futuros de ações de várias empresas e minicontratos de S&P500

De acordo com o executivo, o novo contrato futuro vai permitir que o investidor pessoa física opere alavancado com ações individuais, como já acontece no futuro do Ibovespa, por exemplo. “A pessoa tem hoje uma variedade [de ações] no mercado à vista, mas não tem alavancagem. Ele até pode alavancar via opções, mas os futuros [de ações individuais] vão proporcionar uma variedade muito mais ampla de oportunidades de trading”, afirmou.

Já Márcio Noronha, conhecido como o Papa da análise técnica polemizou ao dizer que tem "muitos argumentos para mostrar a supremacia da análise técnica" e que os gráficos previram a crise do subprime dos Estados Unidos. O expert ainda contou quais as estratégias que usa para garantir ganhos maiores e poucos prejuízos em suas operações e apontou que o Ibovespa deve ter um repique até 78 mil pontos

Quer investir em mini contrato por R$ 0,09 de corretagem e por R$ 0,80 por ordem na Bolsa? Clique aqui e abra já sua conta na Clear

Contato