Em onde-investir

Ao parar de fumar, é possível lucrar mais de R$ 360 mil investindo, calcula expert em finanças

Tanto o seu organismo como o seu bolso vão perceber a diferença

Dinheiro e cigarro
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O tabagismo está cada vez menos presente no dia-a-dia dos cidadãos, seja pela redução de fumantes, seja pelas restrições em ambientes coletivos em todo o território nacional. Pressionados pelas políticas anti-fumo, aqueles que ainda são consumidores do produto não estão prejudicando somente a sua saúde física, mas também a sua saúde financeira, gastando na compra do tabaco e com tratamentos de saúde.

Segundo Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), o dinheiro gasto em maços de cigarro faz uma grande diferença no final do mês e além de poder ser economizado, pode gerar bons rendimentos se investido em aplicações.

“Considerando que um cigarro custe R$ 5,00 (hoje a maioria das marcas custam muito mais), um fumante que consome dois maços de cigarro por dia gastará por mês R$ 300,00. Por ano o valor vai para R$ 3.600,00, isso sem utilizar nas contas ganhos com investimentos. Mas, se esse dinheiro for investido por 10 anos em uma aplicação com rendimento de 0,6% mensais e sem considerar a inflação, ao fim do período o exultante terá R$ 52.500,90 e em 30 anos serão R$ 380.767,63”, explica.

Não é só o seu bolso que sofre com o consumo do tabaco. Reinaldo conta que o tabagismo gera uma perda mundial de centenas de bilhões de dólares por ano, sendo que a metade dela ocorre nos países em desenvolvimento. Esse valor vem do tratamento das doenças, mortes de cidadãos em idade produtiva, maior índice de aposentadorias precoces, aumento no índice de falta ao trabalho e menor rendimento produtivo.

A saúde deve estar em primeiro lugar, mas se até o momento não serviu como incentivo para você mudar seus hábitos, pense em como isso atrapalha seus objetivos financeiros no curto e longo prazos.

 

Contato