Fundos imobiliários residenciais ganham espaço na Bolsa, com foco em aluguéis, incorporação e compra e venda

Ambiente de juros baixos favorece o investimento no mercado, com menores taxas de financiamento e demanda por maior diversificação na classe