FII com imóveis locados para o Assaí paga R$ 147,9 mi em dividendos em 2023; Ifix fecha em leve alta

TRXF11 paga R$ 26,1 milhões dos rendimentos de dezembro no próximo dia 15

Ana Paula Ribeiro

Publicidade


O Ifix – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – terminou a sessão desta sexta-feira em leve alta de 0,12%, aos 3.324 pontos. O destaque de alta foi o fundo Hotel Maxinvest (HTMX11).

Fora dos destaques do pergão, o fundo híbrido TRX Real State (TRXF11) apresentou o seu relatório gerencial em que mostra que pagou ao todo R$ 147,9 milhões em dividendos ao longo de 2023, o que é equivalente a um dividend yield (taxa de retorno com dividendos) de 18,26% no ano. Os cotistas do fundo irão receber a última parcela de proventos no próximo dia 15, quando serão depositados os R$ 26,1 milhões referentes ao mês de dezembro.

No mês passado, o dividendo ficou em R$ 1,70 por cota, referente a recebimentos extraordinários que o fundo registrou durante o período.

Oferta Exclusiva

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“Para o próximo semestre, a expectativa da gestão é que a distribuição por cota permaneça entre R$ 0,85 e R$ 0,90, levando-se em consideração as premissas e características atuais do fundo, do seu portfólio imobiliário e das negociações de compra e venda de ativos já divulgadas”, destaca o relatório gerencial do produto.

A gestão do TRXF11 é focada na distribuição de renda e dividendos aos cotistas, que somavam mais de 126 mil ao final de dezembro. Os principais investimentos são em aquisição e desenvolvimento de imóveis para locação, como lojas do Assaí e do Extra.

Somada a distribuição de dividendos com a valorização das cotas, a rentabilidade do TRXF11 ficou em 58,48% em 2023.

Continua depois da publicidade

Dos investimentos recentes do fundo, foi anunciada, no final de dezembro, a construção e locação de uma nova loja para a varejista de material de construção Leroy Merlin, que será inaugurada em Jundiaí (SP), e a aquisição de cinco lojas que estão locadas para a rede Mateus Supermercados.

No caso da loja da Leroy Merlin, a varejista de material de construção irá ocupar 78,87% da área construída. O restante será dividido entre outras sete lojas, que vão desde academias até farmácias. O objetivo é aumentar a rentabilidade do empreendimento.

Ifix hoje


Na sessão desta sexta-feira (5), o Ifix – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – fechou em leve alta de 0,12%, aos 3.324 pontos. Confira os demais destaques do dia.

Maiores altas desta sexta-feira (5):

TickerNomeSetorVariação (%)
HTMX11Hotel MaxinvestHotel9,51
GTWR11Green TowersLajes corporativas2,63
KFOF11Kinea FoFFoF2,19
HSAF11HSI Ativos FinanceirosTítulos e Valores Mob.1,35
BRCO11Bresco LogísticaLogística1,27

Maiores baixas desta sexta-feira (5):

TickerNomeSetorVariação (%)
JSAF11JS Ativos FinanceirosMultiestratégia-4,02
MCCI11Mauá CapitalTítulos e Val. Mob.-2,09
BTAL11BTG Pactual AgroAgro-1,80
HGRU11CSHG Renda UrbanaRenda Urbana-1,79
VISC11Vinci Shopping CentersShoppings-1,79

Fonte: B3


BICE11 recebe pagamento de R$ 11,4 milhões


O Brio Crédito Estruturado (BICE11) comunicou que recebeu R$ 11,4 milhões referente à quitação de um CRI pela WA Empreendimentos imobiliários. Esse montante é equivalente a R$ 1.055 por preço unitário do papel, o que representa uma taxa interna de retorno de 17% ao ano.

O fundo também aprovou a aquisição de R$ 26 milhões em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) do projeto residencial C290, localizado em São Paulo e que será desenvolvido pela Telar Empreendimentos e Participações. Os recursos serão utilizados para a construção de 98 unidades residenciais entre 63 metros quadrados e 144 metros quadrados.

Após a conclusão das duas transações, o fundo passará a ter 77% do seu capital alocado em cinco CRIs.

PNCR1 faz distribuição de capital

O Panorama Crédito Residencial (PNCR1) está em fase de desinvestimento e por isso fará a distribuição de capital em forma de amortização parcial de cotas do fundo no montante total de R$ 372,3 milhões, o equivalente a R$ 0,74470128 por cota.
Segundo fato relevante, os valores serão pagos em 11 de janeiro.

Newsletter

Liga de FIIs

Receba em primeira mão notícias exclusivas sobre fundos imobiliários

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ana Paula Ribeiro

Jornalista colaboradora do InfoMoney