Oferecido por

Do Halving à aprovação de ETF, entenda o Bull Market dos Bitcoins

Relatório da Binance aponta a conjunção de fatores que podem sugerir um 2024 positivo para ativos digitais

MoneyLab

Relatório da Binance aponta as principais tendências para o investidor em criptoativos monitorar em 2024

Publicidade

Uma série de indicativos dão suporte às análises de um mercado de criptoativos em alta, sustentando a trajetória positiva iniciada em 2023. A informação é importante, mas insuficiente para que o investidor decida separar uma parcela de sua carteira de investimentos para ativos digitais. Entender como funciona, quais os drives de 2024 e as principais tendências deste universo ajuda a tomar boas decisões. Na visão da Binance, maior corretora de criptos do mundo, há dois principais movimentos que sugerem um ano muito positivo para o segmento. O primeiro é o halving, que ocorre a cada quatro anos, em média, e induz à escassez de Bitcoins no mercado, elevando seu valor.

Outro drive importante do mercado é a aprovação nos Estados Unidos de Exchange Traded Funds (ETFs) de Bitcoin no mercado spot, aprovado pela Securities and Exchange Commission (SEC, o regulador do mercado de capitais americano) no dia 10 de janeiro. A luz verde para este tipo de ativo tende a elevar o fluxo de investidores para a moeda digital e, por consequência, seu valor.

“Acredito que a convergência do desempenho do Bitcoin, o Halving, e a aprovação do ETF preparam o cenário para mais um capítulo importante na narrativa das criptomoedas. À medida que o mercado continua a evoluir, os interessados estão monitorando de perto estes desenvolvimentos, antecipando mais avanços na aceitação mais ampla e integração das criptomoedas no cenário financeiro global”, avalia Guilherme Nazar, diretor-geral da Binance no Brasil.

O Halving e a aprovação de ETF de Bitcoin no mercado americano fazem parte de um relatório da Binance apontando as principais tendências para que o investidor em criptoativos monitore em 2024. A proposta da empresa, que tem braços dedicados à pesquisa e a educar os investidores em ativos digitais, é fornecer elementos que os ajudem a entender melhor o atual momento que o mercado está vivendo, de Bull Market (de alta). Veja outros pontos destacados no relatório da Binance.

Disponibilidade de stablecoins positiva

A variação líquida trimestral na oferta das cinco principais stablecoins, pelo critério da capitalização de mercado, tornou-se positiva pela primeira vez desde o primeiro trimestre de 2022. O movimento indica a quantidade de capital pronta e disponível para investir em ativos cripto em qualquer momento. Um aumento na oferta de stablecoins, moedas digitais atreladas a uma reserva de ativos ‘estáveis’, geralmente indica fluxos de capital para cripto, fornecendo assim uma indicação de potencial pressão de compra. 

Aumento dos volumes de NFT

Os volumes de NFT podem ser considerados um dos principais indicadores de sentimento do mercado. Os volumes de NFT romperam sua tendência de queda de oito meses e aumentaram quase 200% em novembro. O Bitcoin foi a rede mais popular, com mais de US$ 375 milhões em volume de NFTs, superando até mesmo os NFTs da Ethereum (US$ 348 milhões).

Taxas de protocolo subiram

As taxas para os 20 principais projetos cripto aumentaram em novembro, e estavam cerca de 84% mais altas do que em outubro, e 100% acima do registrado em setembro. O TVL do DeFi, ou a quantidade de fundos que usuários depositaram em uma plataforma DeFi, de finanças descentralizadas, também aumentou, enquanto a dominância do DeFi subiu 18% no mês. Na visão da Binance, esse é um bom indicador para ser seguido porque a indústria continua amadurecendo e os protocolos caminham para ser geradores de renda.

O retorno da DeFi

Após muitos meses de movimentação relativamente limitada em DeFi começamos a ver alguma atividade retornar ao setor. O TVL (Valor Total Bloqueado) em DeFi aumentou quase 25% desde o início do ano de 2023 até novembro. Com o TVL tendo sido limitado entre US$ 45 bilhões e US$ 50 bilhões desde dezembro do ano passado, a Binance alerta que é importante monitorar se este último movimento pode ser sustentado e passar confortavelmente a marca de US$ 50 bilhões nas próximas semanas e meses.

Bitcoin brilha em 2023

O Bitcoin teve um ano de 2023 agitado com Ordinals e BRC-20s. A expectativa de aprovação de um ETF Bitcoin no mercado americano, que acaba de ocorrer, e a espera do Halving em abril, colaboraram para que a capitalização de mercado do Bitcoin subisse 162% no acumulado de 2023, superando grande parte do mercado e a maioria dos outros principais criptoativos.

Layer-1s alternativas aumentam

Enquanto uma layer zero serve como conexão entre blockchains, a layer 1 é usada como rede blockchain principal de uma criptomoeda. Um número de Layer-1s alternativos (L1s) tem superado o Ethereum recentemente, com Solana e Toncoin fazendo movimentos notáveis.

Surgimento da SocialFi

A SocialFi, uma maneira nova de se relacionar socialmente na internet, com base nas ferramentas da Web3, emergiu com novos protocolos como friend.tech, ao lado de atualizações da Farcaster, Lens e Binance Square. As aplicações de SocialFi, destaca o relatório da Binance, há muito são apontadas como potenciais parceiras adequadas para a tecnologia baseada em blockchain e cripto. 2023 viu uma alta impulsionada pelo produto nesse subsetor da economia cripto.

Juros em queda colaboram

A perspectiva de afrouxamento da política monetária no Brasil, já em curso, e nos Estados Unidos, que deve começar nos próximos meses, é também um drive importante para o mercado de ativos digitais. Hoje, o juro americano está no nível mais alto em 22 anos. Todo movimento de juro menor estimula investidores a deixarem a renda fixa e buscarem retorno em outros ativos com mais risco. As moedas digitais, assim como o mercado de ações, podem se beneficiar deste movimento.

Todos estes fatores sugerem ventos favoráveis para os ativos digitais neste ano, que podem sustentar o bom movimento registrado em 2023, ano em que novamente o Bitcoin brilhou. Em 5 de dezembro de 2023, a capitalização de mercado do BTC aumentou 162% de ano para ano. Outras criptomoedas também avançaram, como o Ethereum (ETH), 83% na mesma base de comparação. “Nós, da Binance, reafirmamos o nosso compromisso em oferecer uma plataforma segura e confiável para investidores, proporcionando uma jornada tranquila durante este momento crucial no cenário atual e futuro”, comenta Nazar.

MoneyLab

MoneyLab é o laboratório de conteúdo de marcas do InfoMoney. Publicidade com criatividade e performance a favor de grandes ideias. Publicamos conteúdos patrocinados para clientes e parceiros.