“Data com”: janeiro é mês para garantir dividendos de Itaú Unibanco, Pague Menos e mais

Metalúrgica Tupy também é destaque, com provento de R$ 0,25 por ação para investidor com posição em 22 de janeiro

Lucas Gabriel Marins

(Getty Images)

Publicidade

A partir da segunda semana de janeiro, cinco empresas têm “data com” programadas – data limite que o investidor precisa ter determinado papel na carteira para ter direito à distribuição de dividendos ou juros sobre capital próprio (JCP).

O calendário começa com o Banco Pine (PINE3; PINE4), que pagará R$ 42,7 milhões em proventos, o equivalente a R$ 0,23 por ação ordinária e preferencial, em 15 de janeiro. Para ter um pedaço do bolo, o acionista precisa estar inscrito no registro da empresa até o dia 8 de janeiro.

Na sequência vem a multinacional brasileira do setor de metalurgia Tupy (TUPY3), com data de corte programada para 22 de janeiro. No total, a companhia pagará R$ 36,7 milhões em juros sobre capital próprio para os investidores. A data do pagamento, conforme comunicado, será no dia 31 de julho.

Oferta Exclusiva para Novos Clientes

Jaqueta XP NFL

Garanta em 3 passos a sua jaqueta e vista a emoção do futebol americano

A Pague Menos (PGMN3) e o Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4) também estão no calendário. A varejista de produtos farmacêuticos vai pagar R$ 0,25 por ação para investidores com posição acionária até o dia 26 de janeiro de 2024. Já o banco brasileiro distribuirá R$ 0,017 por papel para ações adquiridas até o último dia deste mês.

No final do mês, a Vulcabras (VULC3) também anunciou o pagamento de dividendos intermediários para acionistas com papéis adquiridos em janeiro.

A “data com” é a data limite para que o acionista de uma empresa tenha a possibilidade de receber proventos. A partir da “data-ex” (no dia útil seguinte), quem comprar os títulos não faz mais jus ao pagamento.

Continua depois da publicidade

Dividendos, é importante frisar, não sofrem tributação do Imposto de Renda. O JCP, por outro lado, sofre desconto de uma alíquota de 15%.

Lembre-se: um erro comum que deve ser evitado é comprar uma ação na “data com” para receber os dividendos e vendê-la na “data ex” (dia útil seguinte), acreditando estar ganhando os dividendos de graça – na verdade, sairá no zero a zero, pois o ganho no provento será compensado pela perda de valor do papel.

Isso porque, na “data ex”, além de o papel deixar de entregar os dividendos, seu preço também sofre um ajuste descontando o valor dos proventos, já que o dinheiro distribuído sai do caixa da empresa. A compra de uma ação, portanto, deve fazer parte de uma estratégia de prazo mais longo.

Confira abaixo a lista completa de “data com” de janeiro:

Segunda-feira (08)

Banco Pine (PINE3; PINE4)

Segunda-feira (22)

Tupy (TUPY3)

Quinta-feira (25)

Vulcabras (VULC3)

Sexta-feira (26)

Pague Menos (PGMN3)

Quarta-feira (31)

Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4)

Lucas Gabriel Marins

Jornalista colaborador do InfoMoney