Confira as melhores ações para investir, de acordo com um dos maiores gestores do mundo

Após a reeleição de Dilma Rousseff, o cenário para investimento no Brasil ficou muito incerto

Arthur Ordones

Publicidade

SÃO PAULO – Após a reeleição de Dilma Rousseff, o cenário para investimento no Brasil ficou muito incerto, com os investidores sem saber para onde correr, visto que ninguém sabe se a petista irá manter a postura que não agrada o mercado ou se irá se tornar um pouco mais amigável.

Assim, Will Landers, diretor-gerente dos fundos de ações da BlackRock na América Latina, um dos maiores gestores do mundo, com um patrimônio sob gestão de US$ 6,5 bilhões, em entrevista ao InfoMoney, contou quais são os setores e as ações preferidas da BlackRock, a maior gestora do mundo.

Segundo ele, o cenário macroeconômico no Brasil vem se deteriorando de forma lenta e gradual ao longo dos últimos quatro anos – crescimento do PIB em queda, uma inflação mais elevada, taxa de juros mais alta e baixa taxa de investimento. “Este último é o mais importante, pois é o único piloto que vemos para lançar a economia no médio prazo”, disse.

Planilha Gratuita

Fuja dos ativos que rendem menos com essa ferramenta gratuita

Baixe a Calculadora de Renda Fixa do InfoMoney e compare a rentabilidade dos ativos

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Desde a eleição, o gestor contou que resolveu reduzir a exposição das carteiras que gerencia a empresas controladas pelo governo, bem como de ações que sofreria com um cenário de taxas de juros mais altas. “Enquanto o mercado não jogou a bolsa para baixo tanto quanto muitos temiam após as eleições, é importante ressaltar que o desempenho tem sido desigual – ADRs do Itaú subiram 4,5%, enquanto as da Petrobras caíram 15,7%”, afirmou.

Ainda de acordo com ele, o Brasil negocia a múltiplos atrativos em relação à maioria dos outros mercados globais, mas eles estão focando nas empresas que têm fortes equipes de gerenciamento, geração de caixa forte, fortes posições competitivas, e deve ter um bom 2015, apesar da expectativa de uma economia lenta. “As nossas três maiores apostas para esse ano são: Itaú Unibanco (ITUB4), BB Seguridade (BBSE3) e Kroton (KROT3)”, disse. “E a BlackRock mantém o seu compromisso de investimento de longo prazo para a região”, concluiu.