Radar imobiliário

Central de FIIs: Ifix fecha estável nesta quarta-feira, mas quatro fundos sobem mais de 3%

Saiba as informações que influenciam a indústria de fundos imobiliários hoje

Por  Mariana Zonta d'Ávila -

Após fechar em leve alta no último pregão, o Ifix, índice que acompanha os principais fundos imobiliários negociados em Bolsa, encerrou a sessão desta quarta-feira (22) estável, negociado aos 2.706 pontos.

O movimento acontece em meio a mais uma sessão de volume reduzido de negócios e com os investidores atentos às consequências da variante ômicron do coronavírus.

Apesar de o Ifix ter andado de lado nesta quarta, alguns FIIs encerraram o pregão em forte alta. Foi o caso do RB Capital I FOF (RFOF11), com ganhos de 7,15%, e do SP Downtown (SPTW11), que teve valorização de 5,14%.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 caiu três pontos-base, a 11,37%; DI para janeiro de 2025 recuou dois pontos-base a 10,40%; e o DI para janeiro de 2027 caiu um ponto-base, a 10,34%.

Confira o desempenho dos fundos imobiliários do Ifix nesta quarta:

Maiores altas desta quarta-feira (22):

TickerNomeSetorVariação (%)
RFOF11RB Capital I FOFFOF+7,15
SPTW11SP DowntownEscritórios+ 5,14
FLMA11Continental Faria Lima SquareEscritórios+4,88
XPCM11XP Corporate MacaéEscritórios +3,32
HGFF11CSHG Imobiliário FOFFOF+2,71

Maiores baixas desta quarta-feira (22):

TickerNomeSetorVariação (%)
VIFI11Vinci Instrumentos FinanceirosFOF-2,89
HGPO11CSHG Prime OfficesEscritórios-2,77
KISU11Kilima FOF Suno 30FOF-2,15
TEPP11Tellus PropertiesEscritórios-2,01
FIGS11General Shopping Ativo e RendaShopping-1,60
Fonte: B3

Cotistas do Brazilian Graveyard aprovam grupamento de cotas (CARE11)

O fundo de cemitérios informou que os cotistas representando 7,94% do total de cotas do fundo aprovaram o grupamento de cotas, na razão de 5/1, de forma que cada cinco cotas do fundo passaram a corresponder a uma cota.

De acordo com o comunicado, os cotistas que não ajustaram suas posições para a base 5, terão suas frações de cotas vendidas em leilão na B3 que será realizado nesta quinta-feira (23), das 17h55 às 18h, sendo que o valor das frações de cotas será creditado junto com os rendimentos do próximo mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os cotistas que não ajustaram suas posições para a base 5 não precisarão participar ativamente do leilão, dado que a venda será feita através do fundo, via corretora de valores contratada para esta finalidade.

Riza Arctium Real Estate FII compra novo imóvel (ARCT11)

O fundo informou que assinou a aquisição de um imóvel localizado na Rodovia Juscelino Kubitscheck de Oliveira – BR 364, 38200-000, Frutal-MG, com área total de 464.958,17 metros quadrados, pelo valor total de R$ 150 milhões.

Segundo fato relevante, o imóvel será locado para a Cervejaria Cidade Imperial por meio de uma operação de sale & leaseback, com contrato de aluguel típico pelo prazo de cinco anos.

FII Presidente Vargas faz avaliação patrimonial (PRSV11)

A Hedge Investments, gestora do fundo, informa que o ativo Torre Boa Vista, situado na Avenida Presidente Vargas, 850, no Rio de Janeiro, foi avaliado a mercado (valor justo) pela empresa Colliers, resultando em valor 1,61% inferior ao valor contábil atual, o que representava uma variação negativa da ordem de 1,48% no valor patrimonial da cota do fundo na terça-feira (21).

Vinci Fulwood Desenvolvimento Logístico

A Vinci Partners informou que o Extrema Business Park – Bloco III, adquirido pelo fundo em abril deste ano, foi reavaliado positivamente em 44,67%. O fundo sofreu um impacto positivo de 29,62% no dia 17 de dezembro.

“Vale ressaltar que ainda ocorrerão novas chamadas de capital, de forma que a nova cota será impactada
por essas futuras integralizações que ocorrerão com PU inferior ao atual e também pelo efeito da curva J”, escreve a gestora.

Sucesspar Varejo conclui aquisição de imóveis (SPVJ11)

O fundo informou que concluiu a compra de dois imóveis locados para a rede Makro Atacadista, um deles em Porto Velho (RO), pelo valor de R$ 18,3 milhões, e outro em Rio Branco (AC), por R$ 18,7 milhões, totalizando cerca de R$ 37 milhões.

Segundo a gestora, o FII já faz jus à receita de locação dos dois imóveis, no valor mensal de R$ 154,7 mil, o equivalente a R$ 0,02 por cota (os cálculos foram realizados considerando a quantidade atual de cotas do fundo em circulação).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dividendos de hoje

Confira os fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta quarta-feira (22):

TickerFundoRendimento (R$)
ELDO11BEldorado 5,65
DMAC11MAC FII 4,89
MCHY11Mauá High Yield 1,30
MATV11More Gestão Ativa de Recebíveis 1,10
Fonte: B3/CVM

Um levantamento da Economatica mostrou que o Urca Prime Renda (URPR11) foi o fundo imobiliário que mais pagou dividendos em 2021, com um retorno equivalente a 18,29% ao ano.

O cálculo foi feito com base nos dividendos pagos entre janeiro e dezembro deste ano. Foi utilizado o valor de mercado das cotas no último pregão de 2020. Além disso, o levantamento considerou apenas os fundos que compõem o IFIX, índice que reúne os FIIs mais negociados na B3.

Na lista dos dez fundos que mais distribuíram dividendos, oito são do tipo “papel”, que investem em títulos de renda fixa atrelados a índices de inflação e à taxa do CDI. Confira o levantamento completo dos maiores pagadores de proventos no ano aqui.

Calcule sua renda com FIIs
Baixe uma planilha gratuita que mostra o retorno com dividendos de uma carteira de fundos imobiliários:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe