Educação

BTG recomenda compra de ação de olho em inaugurações

Analistas acreditam que os benefícios potenciais das novas unidades não estão incorporados ao preço

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A equipe de análise do BTG Pactual recomenda compra das ações da Kroton (KROT3) diante das perspectivas positivas com a abertura de novas unidades. O preço-alvo estimado para os papéis é de R$ 17, valor 23,4% acima do fechamento de segunda-feira (10).

O banco destaca que a empresa está cada vez mais focada em seu plano orgânico de crescimento, com a abertura de quatro novas unidades nos últimos meses e o plano de abrir outras 96 nos próximos cinco anos, sendo de 15 a 20 unidades em 2018 – a depender da aprovação do Ministério da Educação.

“Acreditamos que os benefícios potenciais [das inaugurações] não estão sendo fixados no preço [da ação]”, dizem os analistas. O BTG acredita que, se bem sucedidas, as inaugurações de 100 novos campus podem trazer R$ 2,4 bilhões extras ao valor presente da companhia. No ensino a distância ainda há 242 novos centros de ensino a serem abertos, o que pode adicionar R$ 530 milhões ao valor presente da Kroton.

PUBLICIDADE

Os ganhos podem ser ainda mais elevados, uma vez que o BTG Pactual diz que os cálculos foram feitos usando suposições “relativamente conservadoras”.

Em conferência em Londres promovida na semana passada pelo BTG, os analistas também observaram que os investidores estrangeiros têm sido menos impactados pela recente onda negativa de notícias sobre o setor. No caso específico da Kroton, as negociações com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) continuam a consumir boa parte do tempo da administração e a empresa segue se alavancando internamente para compensar a pressão no crescimento das margens.

“Se a fusão [com a Estácio] for aprovada, a Kroton está confiante de que as sinergias vão mais do que compensar todas essas pressões”, destaca o BTG.