Bolsa libera 13 novos BDRs de ETFs para pequenos investidores

Há opções para se expor à renda fixa internacional, títulos de dívida corporativa e índices financeiros globais de renda variável

Katherine Rivas

(Getty Images)

Publicidade

O investidor pessoa física ganhou 13 novas opções de diversificação internacional nesta segunda-feira (6), por meio de BDRs (Brazilian depositary receipts, recibos de ativos listados no exterior) lastreados em ETFs (fundos de índice).

Oito deles são BDRs de ETFs de renda fixa internacional, que permitem ao investidor ter acesso tanto à dívida soberana dos Estados Unidos, por meio de uma cesta de Treasuries (como são chamados os títulos públicos do país) quanto também a títulos de dívida de empresas americanas.

Já os cinco ativos restantes são BDRs de ETFs de renda variável, que replicam índices financeiros globais, com teses como small caps, ações de grande capitalização presentes no índice S&P 500 e mercados desenvolvidos.

Oferta Exclusiva

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Todos os BDRs de ETFs são da marca iShares, lançados pelo Banco B3 em parceria com a gestora global BlackRock. Antes estes ativos estavam disponíveis apenas para o investidor qualificado – com mais de R$ 1 milhão investidos.

Segundo Luís Kondic, diretor executivo de Produtos e Dados da B3, a liberação destes BDRs de ETFs para o varejo proporciona novas oportunidades para os investidores locais. Ele destaca que atualmente existem 79 BDRs de ETFs disponíveis para o investidor pessoa física na Bolsa, facilitando o acesso a renda fixa e renda variável internacional.

“Nosso objetivo é ampliar o portfólio de produtos disponíveis aos clientes para que, cada vez mais, possam diversificar suas carteiras de investimento e suas estratégias”, aponta Kondic.

Continua depois da publicidade

Para Karina Saade, head da BlackRock no Brasil, o entendimento da gestora é de que BDRs de ETFs são uma forma barata e simples de acessar mercados globais de forma eficiente. “O intuito da BlackRock é continuar trazendo novas classes de ativos e exposições para que os investidores de varejo e o institucional possam construir um portfólio internacional completo com ETFs”, afirma. Confira os 13 novos BDRs de ETFs:

Renda Fixa

Nome Ticker BDR
iShares US Treasury Bond ETF BGOV39
iShares iBoxx $ High Yield Corporate Bond ETF BHYG39
iShares 7-10 Year Treasury Bond ETF BIYT39
iShares 3-7 Year Treasury Bond ETF BIEI39
iShares iBoxx $ Investment Grade Corporate Bond ETF BLQD39
iShares Short Treasury Bond ETF BSHV39
iShares 1-3 Year Treasury Bond ETF BSHY39
iShares 20+ Year Treasury Bond ETF BTLT39

Renda variável

Nome Ticker BDR
iShares Global Financials ETF BIXG39
iShares S&P 100 ETF BOEF39
iShares MSCI EAFE Small-Cap ETF BSCZ39
iShares Semiconductor ETF BSOX39
iShares MSCI World ETF BURT39

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Katherine Rivas

Repórter de investimentos no InfoMoney, acompanha ETFs, BDRs, dividendos e previdência privada.