BM&F Bovespa: integração do home broker com Tesouro Direto está na reta final

Certificação dos sistemas das dez corretoras selecionadas pela bolsa em abril deverá ser entregue até o final de outubro

SÃO PAULO – Dando sequência ao processo de popularização dos investimentos em títulos públicos a pessoas físicas, a BM&F Bovespa comunicou nesta quinta-feira (15) que está concluindo a certificação dos sistemas das dez corretoras que iniciaram o processo de integração do home broker ao site do Tesouro Direto em abril deste ano.

Segundo o comunicado, as corretoras Ágora, Alpes, Ativa, Banif, Coinvalores, Fator, Gradual, HSBC, Socopa e Spinelli foram selecionadas com o compromisso de disponibilizar até o final de outubro um ambiente de negociação eletrônica que permita operar a compra e a venda de títulos do Tesouro Nacional e de ações simultaneamente.

Dessa forma, o investidor poderá exercer operações em ambos os mercados sob o mesmo login e senha de acesso, “facilitando o controle e a diversificação dos investimentos”, diz a BM&F Bovespa em documento. Das dez corretoras, sete já tiveram seus sistemas certificados (Alpes, Ativa, Fator, Gradual, HSBC, Spinelli e Banif).

Popularização

Além dessa integração do home broker ao Tesouro Direto, a bolsa brasileira tem utilizado outros métodos para incentivar o investimento da pessoa física em títulos públicos. Além de palestras sobre o assunto, a BM&F Bovespa também disponibilizou um simulador de operações no Tesouro Direto.

Essa ferramenta concedida pela companhia pode ser acessada pelo site www.simuladortesourodireto.cblc.com.br