Conteúdo Patrocinado
Oferecido por Aegea Saneamento

Aegea assume vanguarda em títulos sustentáveis

Líder no segmento entre as companhias de saneamento privadas no Brasil, empresa assume compromissos com metas ESG

Por  MoneyLab -

Um novo marco relacionado à sustentabilidade no país se deu em abril, quando a Aegea Saneamento levantou US$ 500 milhões (cerca de R$ 2,4 bilhões) no mercado de capitais internacional em uma emissão de Bonds no formato de Sustainability-Linked Bonds (SLB), e cravou a primeira captação deste tipo entre as empresas do setor na América Latina. Essa modalidade de captação prevê o cumprimento de metas sustentáveis assumidas pela companhia emissora. A Aegea firmou três compromissos a serem alcançados até 2030.

Meta ambiental

Um dos compromissos é a meta de redução de 15% no consumo específico de energia no tratamento de água e esgoto, por meio de iniciativas previstas no Programa de Eficiência Energética. “Essa é uma importante iniciativa no pilar da sustentabilidade dos nossos negócios a longo prazo”, diz Radamés Casseb, diretor-presidente da Aegea Saneamento*. Nenhuma empresa do setor assumiu meta ou compromisso formal desse tipo.

Metas de diversidade em cargos de liderança

Ao emitir o SLB, a empresa também contemplou metas de sustentabilidade social. Uma delas se traduz no compromisso de elevar a participação de talentos negros em cargos de liderança – de 17% para 27%. Trata-se de uma iniciativa inédita. A Aegea é a primeira companhia do país a emitir títulos de dívida atrelados à  meta de diversidade racial em cargos de liderança.

O anúncio reforça o programa “Respeito Dá o Tom”, que a companhia promove desde 2017 com a intenção de incentivar equidade de oportunidades profissionais para colaboradores que se autodeclaram pretos e pardos.

Joselio Alves Raymundo, diretor de operações águas do Rio de Janeiro

O aumento da presença de mulheres em cargos de liderança também faz parte do compromisso assumido com a emissão do SLB, e prevê elevar, de 32% para 45%, a participação feminina nessas colocações.

A regra dos SLB prevê medição das metas em 2025 e, caso os compromissos não estejam sendo cumpridos, o título, que tem vencimento em 2029, poderá ter os juros de 6,75% ao ano acrescidos em até 0.25% a partir do pagamento do cupom em 2026.

Protagonismo em ESG

O setor de saneamento tem os princípios ESG (sigla para Governança Ambiental, Social e Corporativa, em português) intrinsecamente relacionados ao negócio. Portanto, quanto maior o compromisso das empresas, mais relevante é o impacto positivo no meio ambiente e na qualidade de vida da população.

Para contribuir com esse processo, a Aegea persegue as melhores práticas de sustentabilidade e diretrizes ESG para agregar à sua gestão. Com objetivo de otimizar o uso dos recursos naturais, a companhia prioriza alavancar iniciativas que tragam impactos relevantes na operação.

Com mais de 21 milhões de clientes e atuação em 154 municípios, a empresa possui um amplo programa de Redução de Perdas de Água. Somente no ano passado, o programa possibilitou que cerca de 39 bilhões de litros fossem poupados, quantidade suficiente para abastecer 970 mil pessoas por 1 ano. “Isso reflete investimentos relevantes em tecnologias mais eficientes nos processos”, diz Casseb.

O programa de Eficiência Energética, por sua vez, prevê otimizar a gestão de planejamento, orçamento e custos de energia. A iniciativa reflete em importantes mudanças, como o avanço gradual da utilização de energia renovável nas operações. Uma das estratégias para alavancar esse progresso é a geração própria de energia por meio de fontes alternativas – como solar e fotovoltaica – que têm menor impacto ambiental.

Mais informações sobre os programas de sustentabilidade da companhia podem ser acompanhadas no blog: https://aegea.blog.br/

Compartilhe