Em onde-investir / acoes

B2W define planos para 2019 com foco no digital; XP reitera compra

Empresa apresentou as iniciativas para 2019 e as oportunidades são grandes, com os principais desafios já definidos: aumento de sortimento, logística e pagamentos  

fachada Lojas Americanas
(Divulgação)

SÃO PAULO - A B2W (BTOW3) está com foco total em sua plataforma digital. Na reunião anual de investidores, a empresa apresentou as iniciativas para 2019 e os principais desafios já estão definidos: aumento de sortimento, logística e pagamentos. 

A equipe de análise da XP Investimentos vê boa oportunidade e reitera recomendação de compra para os papéis da empresa, com preço-alvo de R$ 43 por ação. Isso representa potencial de valorização de 12,71%, em relação ao fechamento da última quarta-feira (19). 

“Ano passado o marketplace representava 35% das vendas da empresa, enquanto neste ano deve fechar acima de 50%, o que contribui para geração mais saudável de caixa”, diz o relatório, assinado pela analista Betina Roxo.

Segundo a própria empresa, o mercado cresceu 10% no acumulado do ano até setembro e a B2W cresceu 25% no mesmo período, ganhando market share.

O relatório da corretora destaca, ainda, o bom desempenho durante a Black Friday, que aconteceu no último dia 23. As vendas online no mercado brasileiro foram 23% maiores neste ano em comparação com o ano passado, superando expectativa de 15%. 

“Desconsiderando a B2W, esse crescimento teria sido de 12%. A empresa vendeu o equivalente a 45 dias de venda (o Magazine Luiza, comparativamente, fez o equivalente a 15 dias). Além disso, as entregas da Black Friday começaram a ser feitas no mesmo dia, no Shoptime”, comentam os analistas da XP.

O relatório destacou alguns pontos do evento para investidores. Entre eles, a evolução de sortimento. A companhia espera chegar em 20 milhões de produtos em 2019. Neste ano foram 7,5 milhões no acumulado do ano até setembro.

Invista com corretagem ZERO: abra uma conta na Clear Corretora - é de graça. 

Outro aspecto visto como positivo pela equipe de análise é o crédito seller, que oferece taxas competitivas e acessibilidade dado que nem sempre o seller (vendedores da plataforma digital) têm acesso ao crédito para financiar o capital de giro. “Com isso, os sellers tem investido em sortimento, estrutura, pessoas, instalações e propaganda, aumentando suas vendas online”. 

Além disso, as soluções de logística têm evoluído com opções de frete. E é possível retirar na loja em mais de mil Lojas Americanas.

Por  último, o relatório destaca a Ame Digital, uma carteira digital (e-wallet) com foco em ser um Super App, consolidando diferentes serviços.

"As e-wallets são o destaque atualmente. São como carteiras digitais, possibilitando transferências, saldo em conta e cadastro do cartão de crédito. Na nossa visão, empresas que ofertam serviços e já possuem uma base de clientes fidelizada terão vantagem competitiva ao agregar meios de pagamento como um serviço adicional (além de uma receita adicional)", diz o relatório da XP deste mês intitulado "Meios de pagamento: Por que todos estão de olho?". 

Recentemente a B2W implementou esse sistema de pagamento em 30 lojas da Lojas Americanas e a intenção é expandi-lo para outras lojas físicas de terceiros. Entre os próximos lançamentos do app estão:

1. Ame Plus para pessoa jurídica opção de meio de pagamento que substitui máquina de cartão
2. Cash-in Lojas Americanas cliente da Ame poderá fazer depósitos no aplicativo através da loja física, beneficiando principalmente clientes não bancarizados
3. Transferência bancária hoje o cliente consegue transferir saldo entre contas Ame e poderá agora efetuar transferências para bancos
4. Pagamento de contas --- 
5. Check-out expresso facilita pagamentos de compras online, com QR code já na visualização do produto 
6. Recarga de celular ---

De acordo com a XP, um canal de distribuição e plataformas que agreguem vários serviços são fundamentais e empresas com abrangência nacional e forte relacionamento com empresas pequenas e médias possuem os melhores recursos para crescerem.

“Nessa linha, reiteramos nossa visão positiva para B2W com seu aplicativo Ame Digital, com possibilidade de processar o segundo maior montante de vendas online do mercado no Brasil e com sinergias também com lojas físicas, começando por Lojas Americanas”, diz o relatório de meios de pagamentos.

A ação da B2W abriu esta quinta-feira (20) em alta de 2,54%. No acumulado de 2018, a valorização bate 90,83%. 

 

Contato