Em onde-investir / acoes

Vale a pena investir pelo modalmais?

O modalmais é o home broker do Banco Modal, por onde é possível realizar operações de compra e venda de ações, opções, minicontratos e diversos outros produtos financeiros.  

dúvida pergunta
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Para saber se vale a pena investir por meio de determinada corretora o investidor deve avaliar informações como a oferta de produtos disponíveis, a qualidade dos serviços e do atendimento, a solidez da instituição e os preços praticados.

O modalmais é o home broker do Banco Modal, por onde é possível realizar operações de compra e venda de ações, opções, minicontratos e diversos outros produtos financeiros.

A instituição oferece uma plataforma para que o cliente consiga visualizar, comparar e escolher aplicações como CDBs (Certificado de Depósitos Bancários), LCIs (Letras de Crédito Imobiliário), LCas (Letras de Crédito do Agronegócio), além de fundos de investimentos de diversos gestores.

Atualmente, o modalmais conta com mais de 130 fundos disponíveis em diversas categorias, como renda fixa, ações e multimercados.

A rentabilidade dos produtos de renda fixa é compatível com a oferecida por outras corretoras do mercado: CDBs com liquidez diária que pagam em torno de 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), e LCI e LCA com retorno de mais de 90% do CDI – estas duas aplicações são isentas de Imposto de Renda.

Eles também ofertam produtos como LC (letras de câmbio) - uma espécie de CDB, mas emitido por financeiras, -  além do COE (Certificado de Operações Estruturadas).

Custos

O modalmais disponibiliza cinco planos diferentes de tarifas para os clientes. Dois deles não cobram taxas fixas mensais e os outros três - que são destinados a traders - cobram tarifas fixas de R$ 20, R$ 90 e R$ 150 por mês, dependendo do que cada um oferece.

Em todos os cinco planos a taxa de custódia e TED são gratuitas. 

A taxa de corretagem para compra e venda de ações e ETFs (fundos de índices) varia de R$ 0,99 até R$ 2,49, dependendo do plano escolhido.

No minicontrato e contrato cheio de dólar e índice a taxa de corretagem é gratuita para os clientes de um dos planos oferecidos.

Nos outros quatro planos, a taxa varia entre R$ 0,05 e R$ 0,16 no minicontrato, e entre R$ 0,60 e R$ 0,80 no contrato cheio.

Dados financeiros

Em 2017, o lucro líquido da Modal DTVM foi de R$ 2,58 milhões. O caixa gerado pelas atividades operacionais foi de R$ 73,7 milhões no período. Os números referentes ao primeiro semestre de 2018 ainda não foram disponibilizados no site da corretora.

As receitas com prestações de serviços somaram R$ 24,2 milhões no ano passado. Mais da metade (R$ 13,8 milhões) veio da corretagem, enquanto R$ 5,2 milhões foram originados da taxa de administração e R$ 2,6 milhões da plataforma de negociação.

A instituição

O modalmais começou suas operações em 2014, quando o Banco Modal comprou a Safdié DTVM – dando início à Modal DTVM.

A partir daí, o home broker fez parcerias com gestores de fundos de investimentos e emissores para oferecer produtos de renda fixa e fundos em sua plataforma.

De acordo com os dados do balanço de 2017, a Modal DTVM terminou o ano passado com mais de 88 mil clientes habilitados (33 mil clientes ativos) entre renda fixa e variável (eles projetavam 398 mil até o final do de 2018), mais de R$ 1,8 bilhão sob custódia na Bolsa, mais de R$ 168 milhões captados em renda fixa privada e R$2,5 bilhões em ativos sob gestão.

Invista em fundos e ações com taxa ZERO para corretagem: abra uma conta gratuita na Clear!

 

Contato