Em onde-investir / acoes

Médico investidor que já perdeu dinheiro em pirâmide conta onde investe agora

Davis entrou no esquema de pirâmide financeira da Fazendas Reunidas Boi Gordo

SÃO PAULO – Davis Zuchen, 47 anos, nasceu em família humilde e conseguiu se tornar médico. No entanto, se engana quem pensa que, com a maior estabilidade financeira, Zuchen deixou de se preocupar com investimentos e com seu futuro financeiro. Desde os 24 anos, quando se formou em medicina, passou a estudar de maneira autodidata o mercado financeiro e, atualmente investe tanto em ações, quanto na renda fixa e fundos imobiliários.

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais e tenha acesso a uma rede de centenas de planejadores financeiros certificados e capacitados 

O médico conta que, ao longo de sua trajetória, ele fez investimentos que se provaram más ideias, como nas Fazendas Reunidas Boi Gordo, que era um esquema de pirâmide financeira, ou ainda em capitalização, “que não rende nada”.  Assim, ele chegou a perder uma boa quantia de dinheiro logo no começo de sua trajetória de investimentos.

Após começar com o pé esquerdo, o investidor buscou uma corretora, onde conseguiu encontrar opções de investimentos mais vantajosas e passou a ter uma rentabilidade melhor. “Nessa época eu vi que a poupança e a capitalização não rendiam absolutamente nada”, relata Zuchen.

O investidor, atualmente, é partidário da diversificação nos investimentos. Em ações, ele prefere a análise fundamentalista e escolher as pagadoras de dividendos. Entre as empresas que ele afirma ver com bons olhos estão a Ambev, o Bradesco e algumas elétricas, como a Alupar e a Taesa.

Em seus investimentos em renda fixa, mais diversificação: uma parte está alocada no Tesouro Selic, que acompanha a taxa básica de juros do Brasil, outra no Tesouro IPCA+, que paga a inflação mais uma rentabilidade determinada no momento da compra e uma pequena parte no Tesouro Prefixado, que rende uma taxa estabelecida no momento da compra também. Todos os títulos são do Tesouro Direto, programa de compra e venda de títulos públicos do governo federal. O médico também investia em LCI (Letra de Crédito Imobiliário), que é um título isento de Imposto de Renda, mas resgatou o título no mês passado.

Zuchen conta que estuda muito para assim escolher bem seus investimentos e saber no que está investindo. “Não dá para acreditar nos palpites de qualquer um, o melhor é estudar. Eu assino revistas especializadas no assunto e procuro sempre estudar mais. É essa a lição que aprendi ao longo do tempo e que deu certo”, atesta.

Outro conselho que ele dá é a disciplina na hora de investir. “Você tem que investir todo mês, não só quando sobra dinheiro. O correto é investir no início do mês e depois fazer o resto das coisas com o dinheiro”, afirma. Zuchen destaca ainda que investe de 20% a 30% de seu salário atualmente.

Em relação ao atual cenário econômico no Brasil, que é mais desafiador, o médico afirma que o mais importante é cada investidor fazer a sua lição de casa. “Essa não é a primeira e nem será a última crise econômica que viveremos. O importante é saber buscar as melhores oportunidades de investimento e fazer a sua parte”, pondera o investidor.

Já sobre sua situação financeira atual, Zuchen afirma que já atingiu a riqueza, ao conseguir ter uma vida digna, investir, se divertir e ainda ajudar outras pessoas. “Riqueza é um conceito que varia muito do padrão de vida de cada um, para os meus quesitos de prosperidade, eu já atingi”, diz. Agora, o médico pretende se profissionalizar e quer trabalhar como coaching financeiro, para assim transmitir para outras pessoas seus conhecimentos sobre educação financeira e prosperidade.

Você está investindo bem seu dinheiro? Faça o teste aqui

 

Contato