don't be afraid!

5 estratégias para não ter medo de investir

Diversificar a carteira e impor limites para as perdas são algumas das estratégias recomendadas

SÃO PAULO – Ouvimos muitos gurus do mercado de capitais e outros investidores fazerem várias previsões sobre o que deve acontecer em 2013. Alguns dizem que o próximo ano será melhor, já outros se mostram mais céticos. Mas, independentemente do que os especialistas digam sobre o que deve acontecer, investir é sempre recomendável, de acordo com Michael Sincere do site Market Watch. No entanto, os investidores devem tomar algumas precauções para não saírem prejudicados ao montar uma carteira.

Confira as 5 dicas para não ter medo de investir neste cenário e ter mais segurança em seu portfólio:

1ª – Diversifique
Diversificar a sua carteira pode parecer um conselho batido e antigo, mas funciona. Alguns especialistas não gostam muito disso, pois os ganhos acabam sendo reduzidos. No entanto, também diminuem as chances de perda. Portanto, ações de diversos setores, fundos e títulos públicos podem ser uma boa opção. Outro conselho do autor é investir em ouro, como uma forma de proteção a sua carteira.

PUBLICIDADE

2ª – Se proteja comprando opções de venda
Investir em opções sobre ações realmente pode ser arriscado. Mas o investidor também pode proteger sua carteira usando as opções como uma forma de hedge (proteção da carteira). Ao comprar opções de venda para uma ação que você possui no portfólio e a ação subir, você terá uma perda calculada com aquelas opções, mas ganhará no mercado à vista com a valorização dos seus papéis. Já se as suas ações despencarem, por exemplo, você terá uma proteção importante para a carteira com essas opções. 

3ª- Compre títulos públicos
Os títulos públicos são uma maneira de investir de forma segura, com baixíssimo risco de crédito. Por isso, o investidor deve ter pelo menos uma parte da sua carteira aplicada em títulos do governo, como forma de garantir a proteção de pelos menos uma parte da sua carteira de longo prazo.

4ª – Use o stop loss ou imponha limites de perdas
Assim que o investidor compra uma ação ou um índice já é preciso pensar em um limite para as perdas, isso é, quando ele atingir determinado preço, será a hora de vendê-lo. Se você tiver esse “timing” não terá medo de sofrer com uma crise e vai evitar perdas muito maiores.

5ª – Tenha baixas expectativas
Caso o investidor tenha receio em investir no mercado de ações, pode optar por um título público. Essa estratégia o deixará calmo, no entanto não dá para criar muita expectativa com o retorno dessa aplicação, pois ele provavelmente será menor do que uma ação.

“O melhor antídoto para o medo é o conhecimento. Se você estiver armado com ele e estiver com uma carteira diversificada, não será influenciado pela última previsão de videntes, os maias ou Nostradamus”, conclui Sincere.