Em oi

Dividends yields atrativos levam ações da Oi a liderar ganhos na semana

Na 1ª colocação, papéis OIBR3 acumulando alta de 16,3% na semana, seguida da OIBR4 com alta de 15,6% no período

ações - mercado financeiro - bolsa
(Getty Images)

SÃO PAULO - As ações ordinárias do Grupo Oi (OIBR3) lideraram os ganhos pelo Ibovespa na semana entre os dias 2 e 6 de julho. No período, os papéis acumularam valorização de 16,30%, fechando cotadas a R$ 10,99. Com esta valorização, os papéis registram alta de 3,84% desde o início do ano. Na semana, o principal benchmark brasileiro encerrou com ganhos de 1,91%, aos 55.394.

Com desempenho ainda melhor no ano - acumulando alta de 23,45% -, os papéis preferenciais da companhia ocupam a segunda colocação no ranking de melhor desempenho semanal. Nos últimos cinco dias, as ações fecharam com alta de 15,64%, sendo negociadas a R$ 9,54.

O descolamento dos ganhos anuais das ações PN e ON ainda reflete o processo de após o processo de simplificação acionária anunciada no dia 9 de abril, quando as ações da Oi S/A - empresa resultante da simplificação acionária do grupo Oi -, começaram a ser negociadas na BM&F Bovespa - antes, elas eram representadas pelas ações da Tele Norte Leste, Telemar Norte Leste e Brasil Telecom.

Bons fundamentos
O desempenho positivo dos papéis nesta semana não tem um fundamento específico no curto prazo, na visão do estrategista da Futura Investimentos, Adriano Moreno. Para ele, a alta está mais relacionada com uma visão mais positiva em relação aos fundamentos da companhia e os dividend yields (dividendo pago por ação/cotação da ação) que se tornam atrativos diante do cenário econômico atual.

"Há uma mudança de percepção sobre os fundamentos da empresa e tem um dividend yield muito alto e dado o mercado atual ela termina se caracterizando importante", afirma o analista. Ele explica ainda que a empresa dado a capitalização no ano passado, está começando a investir para recuperar market share.

Resgate de debêntures
A companhia informou ainda no mês de junho aos titulares das debêntures em circulação da quinta emissão de debêntures da companhia que irá realizar o no dia 26 de junho de 2012 o resgate antecipado da totalidade das Debentures em circulação. "A notícia é marginalmente positiva para as ações da companhia, mas o que vem impulsionando as altas nos últimos anos são os fundamentos positivos", ressalta.

Outros destaques semanais
Outros papéis que também se destacaram positivamente foram da  B2W  (BTOW3, R$ 6,68, +14,19%) com alta de 13,19%, a R$ 6,62. Em seguida, aparecem os papéis da OGX (OGXP3, R$ 6,10, +10,91%), MRV (MRVE3, R$ 10,07, +8,28%%) e BMFBovespa (BVMF3, R$ 11,09, +8,20%).

 

Contato