Em noticias

Consumismo: não deixe esse problema destruir suas finanças

Aprenda a detectar compras por impulso e adquira apenas o que você precisa e equilibre sua vida financeira

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - Toda vez que você está ansioso vai ao shopping fazer compras? Adora liqüidações e não sai de nenhuma loja sem adquirir novas peças para seu guarda-roupa? Não resiste a novidades tecnológicas? Está sempre parcelando as compras no cartão de crédito? Se você respondeu "sim" à maior parte dessas questões, certamente o consumismo é uma característica presente em sua vida.

Para não deixar esse problema causar transtornos em sua conta bancária, aqui vão algumas recomendações que podem ajudá-lo a equilibrar suas finanças.

Lista de compras
Antes de sair às compras com o talão de cheque e o cartão de crédito na bolsa, o ideal é fazer uma lista de todos os itens de que você realmente precisa. "Querer" um produto é bem diferente de "precisar" dele. Quando precisamos de alguma peça de roupa e de um aparelho eletrônico, significa que este item fará um grande diferença em nosso dia-a-dia.

Precisar de novos sapatos quer dizer que seus pares antigos estão gastos e não podem ser usados em ocasiões especiais. Querer uma bolsa nova não significa que as antigas estão fora de moda ou não combinam com as peças do seu armário. Você simplesmente quer comprar uma bolsa, porque gostou do modelo ou foi sensibilizado por alguma campanha publicitária de uma revista de moda.

Após definir uma lista de itens de que você precisa e outra de que você gostaria, o próximo passo é verificar se seu saldo bancário será suficiente para cobrir as novas aquisições. Se a conclusão for negativa, corte da sua lista de compras tudo aquilo que você não precisa.

Prioridades
De olho na lista de itens que fazem falta no seu dia-a-dia, ordene tudo por um critério de prioridade. Se você não pode comprá-los de uma vez, escolha aqueles que lhe darão maior satisfação. Novos óculos escuros podem ser mais úteis para aqueles que dirigem durante o dia ou vão à praia todo fim de semana. Por outro lado, uma nova calça jeans pode ser mais interessante para quem trabalha em um ambiente informal ou não perde uma balada no sábado à noite.

Se você está em dúvida entre trocar de carro ou fazer uma viagem longa durante as férias, a recomendação é analisar aquilo que trará maior bem-estar durante o ano. Um carro novo, com ar-condicionado e direção hidráulica, pode proporcionar maior conforto durante todos os dias do ano. Por outro lado, uma viagem bem aproveitada pode aumentar sua disposição e trazer maior produtividade para o trabalho ou para os estudos.

Financiando gastos
O ideal é ter consciência daquilo que você realmente precisa e perceber com antecedência quando uma compra será feita por impulso. No entanto, não vale a pena fazer privações e deixar de comprar coisas que aumentarão sua qualidade de vida, apenas para economizar dinheiro no final do mês.

O importante é ter a vida financeira em equilíbrio, tendo prazer em fazer compras e ao mesmo tempo ter uma reserva financeira para enfrentar períodos de vacas magras.

A dica mais valiosa para deixar suas finanças equilibradas é nunca entrar no limite do cartão de crédito ou usar o cheque especial. Se você não tem dinheiro para comprar um item à vista, espere mais tempo e fuja do parcelamento. Gastar mais do que você ganha é um ato de irresponsabilidade. Não deixe o consumismo destruir suas finanças e acabar com sua tranqüilidade financeira.

 

Contato