Aquisição

Verizon comprará restante da Verizon Wireless por US$ 130 bi

O acordo é a terceira maior aquisição da história e marca a saída da Vodafone do grande, mas maduro, mercado de telefonia celular dos EUA

A Verizon Communications anunciou nesta segunda-feira (2) ter fechado acordo para comprar os 45% restantes da Verizon Wireless da Vodafone por US$ 130 bilhões, concluindo o esforço de uma década para ganhar total controle sobre a operadora de telefonia móvel mais lucrativa dos Estados Unidos.

Sob os termos do acordo, a Vodafone receberá US$ 58,9 bilhões em dinheiro, US$ 60,2 bilhões em ações da Verizon, e US$ 11 bilhões adicionais relacionados a transações menores, em um acordo total de US$ 130 bilhões, afirmou a Verizon em comunicado.

O acordo é a terceira maior aquisição da história e marca a saída da Vodafone do grande, mas maduro, mercado de telefonia celular dos EUA.

PUBLICIDADE

Após o anúncio da transação, a agência de classificação de risco Moody’s reduziu a nota da dívida de longo prazo da Verizon para Baa1.

“A redução da nota de A3 para Baa1 é baseada em nossa expectativa de que, por um extenso período de tempo, a alavancagem ficará mais alta que em nossas previsões anteriores”, disse em comunicado o vice-presidente sênior da Moody’s, Dennis Saputo.

Os conselhos da Verizon e da Vodafone aprovaram por unanimidade a operação, que é alvo de condições habituais para fechamento do negócio. As companhias esperam que a operação seja finalizada no primeiro trimestre de 2014.

A Verizon disse esperar que a transação represente um aumento imediato de cerca de 10 por cento no lucro por ação.

A companhia também afirmou que seu conselho declarou dividendo trimestral de 0,53 dólar por ação, um aumento de 1,5 centavo, ou 2,9%, na comparação com o trimestre anterior. Na base anual, os dividendos da Verizon subirão 6%, de US$ 2,06 para US$ 2,12 por ação.

Em Londres, a Vodafone afirmou que seus acionistas receberão um total de cerca de US$ 84 bilhões em dinheiro e ações após a companhia completar a venda de sua participação na Verizon Wireless.

PUBLICIDADE

A empresa informou ainda que vai injetar 6 bilhões de libras (US$ 9,3 bilhões) na melhoria de suas redes de telefonia celular e banda larga nos próximos três anos fiscais. A transação ainda vai gerar uma conta de cerca de US$ 5 bilhões em impostos para a Vodafone nos EUA.