EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em negocios / tributos-de-empresas

Mudanças na terceirização não vão gerar aumento na carga tributária, diz Levy

A proposta é fazer com que o recolhimento da contribuição para o INSS passe a ser feito com base apenas no faturamento das empresas em diferentes faixas

Joaquim Levy
(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse hoje (22) que não haverá aumento da carga tributária com a aprovação da proposta do governo de recolhimento da contribuição previdenciária dos funcionários terceirizados. O governo deseja incluir o item na votação do Projeto de Lei 4.330/2004, que regulamenta a terceirização.

“Não queremos aumentar a carga tributária. Nenhuma proposta do governo envolve aumentar a carga tributária, apenas envolve garantir que as pessoas continuem pagando Previdência Social porque a previdência vai ser essencial na vida das pessoas mais tarde”, disse Levy.

A proposta do ministro é fazer com que o recolhimento da contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passe a ser feito com base apenas no faturamento das empresas em diferentes faixas. Hoje o recolhimento pode ser feito com base na folha de pagamento e no faturamento da empresa.

Contato